>> Varejo

Ajinomoto do Brasil estrutura projeto de transformação digital

Por: Redação, ⌚ 09/04/2021 às 11h47 - Atualizado em 09/04/2021 às 11h58

Empresa iniciou há quatro anos um processo robusto de modernização do negócio apoiada em processos integrados e automatizados a partir de soluções


A multinacional japonesa conclui a primeira fase de seu projeto de transformação digital, que requer processos integrados e automatizados, empregados engajados em uma estratégia comum, dados em tempo real para a produção de insights e conexão com a cadeia de valor – fornecedores, colaboradores, parceiros e clientes. A empresa iniciou há quatro anos um processo robusto de modernização do negócio apoiada em processos integrados e automatizados a partir de sistemas SAP.


Alexandre Telles, diretor de Tecnologia da Informação da Ajinomoto do Brasil e responsável de TI pela regional LATAM, explica que inicialmente o projeto previa a migração do ERP SAP ECC para a versão digital e inteligente do SAP S/4HANA por assinatura. “Aproveitamos a oportunidade para falar de transformação digital na empresa e determinamos quais eram os objetivos de negócio, não olhando mais a tecnologia simplesmente e sim para toda a integração de tecnologia, negócios e os desafios que tínhamos visando alcançar nossas metas para 2035”, ressaltou Telles.


Além do SAP S/4HANA, base para uma gestão inteligente dos negócios, a Ajinomoto do Brasil também implementou módulos do sistema de gestão do capital humano SAP SuccessFactors, gestão de compras SAP Ariba, além das suítes de relacionamento com o cliente SAP CX e o sistema de planejamento integrado, SAP IBP.


O executivo conta que, neste processo, se deparou com alguns desafios da Ajinomoto do Brasil, como se tornar uma organização ágil, com processos assertivos e padronizados para torná-la uma empresa orientada por dados. Baseada nesses pontos e na busca da eficiência operacional, a companhia abraçou essas questões como principais impulsionadoras para iniciar a sua transformação digital.


“Um dos principais desafios detectado logo no início da jornada foi o gerenciamento da mudança, considerando os principais riscos e impactos a serem mitigados, devido às grandes mudanças em pessoas, processo e tecnologia. O engajamento do time de projeto junto com a nova metodologia da SAP Activate foram fatores essenciais para que pudéssemos ultrapassar algumas barreiras como a quebra de paradgimas e a mudança no mindset dos colaboradores. À medida que os benefícios começavam a ficar mais concretos e visíveis, o processo da transformação digital se tornava algo normal”, explica Telles.


O projeto foi executado em 17 meses, com conclusão em julho de 2019, e contou com o pré-projeto desenvolvido com o apoio da Delloite. A implementação do sistema de gestão S/4HANA fez parte da primeira onda de transformação. Considerando um programa com 12 iniciativas em paralelo, essa foi a primeira onda chamada de fundação.


“A expectativa da organização era muito alta. A demonstração das vantagens do ‘novo’ para a empresa é muito importante até para disseminar a conscientização não só da operação, mas também do engajamento dos executivos e do entendimento das dificuldades que precisamos passar na transição para nos tornarmos uma empresa inteligente. Já temos benefícios de sinergias e a motivação dos colaboradores por estarem usando tecnologia de ponta. Mas a fase mais interessante de usar Inteligência Artificial e robótica está por vir. O desafio é grande, mas os benefícios gerados valem a pena”, completou Telles.


Para Mario Tiellet, vice-presidente de General Business da SAP Brasil, a transformação sistêmica com a SAP, incluindo tanto a migração para o sistema inteligente SAP S/4HANA como das demais áreas da empresa, permite à Ajinomoto do Brasil integrar todas as etapas da gestão do negócio, do planejamento ao controle produtivo, passando pela gestão de pessoas e controle de vendas. A abrangência do projeto capacita a empresa para novos ciclos de transformação do negócio.

>> Panorama