>> Serviços

SESC moderniza seu sistema de armazenamento de dados em nuvem

Por: Redação, ⌚ 21/08/2020 às 13h21 - Atualizado em 21/08/2020 às 13h22

Solução Arcserve UDP da Brasoftware permitiu à empresa realizar o armazenamento de backup espelhado em nuvem, uma tecnologia ainda pouco adotada na região norte do país


O SESC Manaus acaba de conquistar um avanço tecnológico importante. Com a ajuda da Brasoftware, a instituição adotou a solução Arcserve UDP para a realização de armazenamento e proteção de dados em nuvem.


De acordo com o Sesc, um dos desafios do projeto estava ligado a conexão com a internet, um ponto ainda desafiante na região norte do país. Embora a infraestrutura de rede tenha crescido bastante nos últimos anos nessa região, a conexão com internet ainda apresenta uma necessidade de melhoria. Os cabeamentos de fibra são feitos, muitas vezes, através dos rios e afluentes da região, levando a conexão para os municípios do interior. Em um cenário como esse, o armazenamento de dados via nuvem poderia ser um caminho arriscado.


Para atender à necessidade desse cliente, que até então mantinha seus dados “in house”, dentro de servidores domésticos, que geram custos de manutenção e depreciação dos equipamentos, a solução escolhida foi o Arcserve UDP, uma plataforma que combina tecnologias de recuperação de desastres, backup, replicação e duplicação global real, em uma solução unificada que oferece toda a proteção de dados em nuvem, expandindo ou reduzindo o tamanho de armazenamento, conforme a necessidade do cliente.


“A pandemia acabou trazendo um desafio extra para esse projeto, pois na licitação, um dos requisitos era que a implementação fosse feita de forma presencial. Mas diante do cenário, realizamos, de maneira inédita, todo o mapeamento do ambiente interno e da infraestrutura de hardware e software desse cliente de forma remota. “, afirma Alexandre Vilanova, Executivo de Contas da Brasoftware. “Além disso, tivemos um cuidado redobrado para garantir que a operação do Sesc Manaus continuasse funcionando normalmente, com a mesma segurança da informação”, detalha Felipe Ribeiro, Executivo de Serviços da empresa.


Em três meses, o projeto foi concluído e, ao todo, foram migrados cerca de 1 terabyte de dados, sem qualquer prejuízo do projeto original. De acordo com Wescley Rabelo, Gerente de Tecnologia da Informação e Comunicação do SESC Manaus, a instituição já estuda ampliar o projeto, considerando 5 terabytes de backup em nuvem. “O segredo do sucesso desse projeto foi o forte alinhamento que estabelecemos entre o nosso time e o da Brasoftware. A plataforma adotada agregou valor, não só para o time de TI mas para a Instituição como um todo”, finaliza o executivo.

>> Panorama