>> Serviços

Estudo mostra que organizações de serviços financeiros impulsionam nuvem híbrida

Por: Redação, ⌚ 26/01/2021 às 11h17 - Atualizado em 26/01/2021 às 11h17

Os resultados apontam para uma transformação digital na indústria, com metade dos entrevistados (50%) relatando que o COVID-19 os fez aumentar seus investimentos em nuvem híbrida


A Nutanix anuncia as descobertas da indústria de serviços financeiros de seu terceiro relatório anual Enterprise Cloud Index, medindo os planos das organizações para a adoção de nuvens privadas, híbridas e públicas. Os resultados apontam para uma transformação digital na indústria, com metade dos entrevistados (50%) relatando que o COVID-19 os fez aumentar seus investimentos em nuvem híbrida.


Na perspectiva de cinco anos do setor, a nuvem híbrida é o único modelo de TI que mostra um crescimento positivo entre os entrevistados de empresas financeiras e espera-se que aumente em 39% nesse período. Além disso, 43% das empresas de serviços financeiros planejam aumentar seus investimentos em nuvem privada este ano, 10% acima da média global (33%) – apontando que a adoção da nuvem privada é crucial para criar uma nuvem híbrida moderna.


Outras conclusões importantes do relatório deste ano incluem:


Preocupações com a segurança estão impulsionando a adoção da nuvem privada: as organizações de serviços financeiros classificaram os problemas de segurança, privacidade e conformidade como os mais preocupantes ao executar aplicações em soluções de nuvem pública (62%). Os entrevistados estavam menos preocupados com a capacidade da nuvem pública (30%), mostrando que, embora a nuvem pública tenha recursos para oferecer suporte a infraestruturas de TI, a segurança de dados confidenciais não é negociável e as organizações estão procurando soluções alternativas.


O investimento em infraestrutura hiperconvergente (HCI) mostra a confiança do setor na nuvem privada: quase 50% dos entrevistados do setor financeiro afirmam que implementaram totalmente HCI ou estão em processo de implementação, enquanto 38% relatam que o farão nos próximos 12 a 24 meses. Esse investimento está diretamente alinhado com o aumento da adoção da nuvem privada, pois a arquitetura HCI reduz o tempo necessário para construir a infraestrutura escalonável definida por software, tão necessária para dar suporte à nuvem privada.


As organizações de serviços financeiros estão procurando otimizar seu uso de nuvem: as principais motivações do setor para modernizar sua infraestrutura de TI é aumentar o controle do uso de recursos de TI (59%) e ganhar a velocidade (58%) e a flexibilidade necessárias (55% ) para atender aos requisitos de negócios.


O setor deve investir em talentos para oferecer suporte a um ambiente de nuvem híbrida: mais de um terço dos entrevistados de serviços financeiros (36%) disseram que não tinham as habilidades necessárias para gerenciar ambientes mistos de nuvem privada / pública, enquanto 34% disseram que não tinham experiência em tecnologias e contêineres nativos da nuvem, incluindo Kubernetes. Esses problemas têm contribuído para as dificuldades organizacionais com objetivo de adotarem totalmente a nuvem híbrida.


“Historicamente, as organizações de serviços financeiros exploraram as ofertas de nuvem pública ao desativar datacenters legados”, diz Tapan Mehta, diretor de marketing de soluções para indústrias da Nutanix. “No entanto, como o setor continua a ter mais interesse em questões de privacidade e conformidade de dados, as organizações estão se voltando à nuvem privada. Esse rápido aumento na adoção da nuvem privada serve como base para um modelo de nuvem híbrida, que deverá se tornar a norma do setor nos próximos anos.”

>> Panorama