>> Saúde

Health Tech aposta em IA para a prevenção de doenças cardíacas

Por: Redação, ⌚ 19/10/2021 às 14h30 - Atualizado em 19/10/2021 às 14h31

A tecnologia consegue aferir a pressão arterial, frequência cardíaca e respiratória, além de índice de estresse mental, entre outras informações aos pacientes



A Starbem acaba de lançar em seu aplicativo a ferramenta StarCheck, capaz de efetuar um check-up de saúde através da leitura de 30 segundos do rosto do paciente pela câmera frontal do celular, de forma gratuita aos usuários.


Inovadora no Brasil, a tecnologia consegue por meio da inteligência artificial, aferir a pressão arterial, frequência cardíaca e respiratória, além de índice de estresse mental, entre outras informações. Com todos esses dados, o app mede o potencial risco de doenças cardiovasculares, o que pode ajudar a reduzir a chance de problemas mais graves.


Segundo o estudo brasileiro “Healthcare delivery, economics and global health”, publicado no BMJ Journals, o número de mortes causadas por doenças cardiovasculares aumentou consideravelmente durante a pandemia, em comparação com 2019.


“Acreditamos que isso ocorreu pelo fato das pessoas terem deixado de procurar por atendimento médico, com medo de contrair o coronavírus. Com isso, elas passaram a sofrer em casa, devido à falta de um tratamento adequado”, coloca Leandro Rubio, CEO da Starbem, reforçando ainda que essas patologias podem ser bem conduzidas por meio da telemedicina.


Com um investimento de quase meio milhão de reais da healthtech, a nova tecnologia com Inteligência Artificial é validada pelo Journals of the American College of Cardiology (Jacc), periódico médico conceituado mundialmente que abrange todos os aspectos da doença cardiovascular. Inserida na plataforma da Starbem, está disponível para Android e, em breve para iOS, e tem como principal objetivo oferecer medicina preventiva de qualidade através de uma abordagem proativa, além do monitoramento constante da saúde.


Já está comprovado que as ferramentas tecnológicas aplicadas à saúde podem não só melhorar o estado clínico do paciente, como também prevenir complicações e diagnosticar precocemente um problema.

>> Panorama