>> Saúde

A.C.Camargo conta com soluções para auxílio aos colaboradores

Por: Redação, ⌚ 06/07/2020 às 17h07 - Atualizado em 06/07/2020 às 17h11

Referência internacional no combate ao câncer mantém continuidade do trabalho por meio da Solução Citrix Virtual Apps and Desktops, auxiliando os colaboradores em tempos pandemia


O A.C. Camargo Cancer Center é um modelo integrado de ensino, pesquisa e tratamento multidisciplinar de oncologia. Apesar dos recentes desdobramentos causados pelo COVID-19, uma instituição de saúde com tamanha importância não pode suspender o atendimento aos pacientes, ao mesmo tempo em que deve zelar pela saúde dos colaboradores que não estão diretamente envolvidos com os pacientes.



Por isso, a instituição, que já contava com a solução Citrix Virtual Apps and Desktops em pequena escala, decidiu ampliar dez vezes o número de licenças para 500 usuários, de forma a possibilitar que todo o backoffice (administrativo, recursos humanos etc.) possa trabalhar remotamente. Além disso, as divisões de ensino e pesquisas também foram contempladas, o que permite que alunos possam acessar as aulas e pesquisadores acessem os conteúdos de que precisam e que estavam em suas máquinas nas unidades do A.C.Camargo Cancer Center. 



A Citrix já era parceira do grupo, porém o parque tecnológico da instituição era focado em instalações in house, com predomínio de desktops sobre notebooks. O desafio era disponibilizar para o backoffice, em um curto período, uma solução que permitisse o acesso às aplicações de forma remota. Além da aquisição das licenças adicionais, havia a implementação, o que foi um desafio em termos de recursos computacionais.



Rodrigo Gosling, CIO do A.C. Camargo Cancer Center, conta como entregou um sistema que demanda alta disponibilidade, “tomamos a decisão de virtualizar a própria estação de trabalho que o colaborador já usava. Essa implementação de pelo menos 500 máquinas foi feita em apenas uma semana e meia. Também implementamos uma rotina de suporte para ter o uso amplo das soluções, já que os colaboradores ainda não estavam familiarizados. No fim, tudo ocorreu sem falhas, já que a solução é muito simples, ainda mais simples do que a VPN tradicional”.



O CIO ainda comentou que a instalação e uso de uma VPN tradicional iria trazer problemas de segurança e compliance. No setor de saúde onde o zelo pela segurança da informação é redobrado, isso não era um cenário admissível.


No processo de implementação das licenças para o Citrix Virtual Apps and Desktops (CVAD), a instituição contou com o auxílio da Tradesys, integradora parceira Citrix, que forneceu assistência durante todo o andamento, da disponibilização até a infraestrutura.


“Como o cliente já tinha a infraestrutura CVAD implantada e funcionando, rapidamente criamos uma Prova de Conceito que foi considerada um sucesso”, explica Rogério Silva, diretor comercial da Tradesys. 


Pelo lado humano, o trabalho remoto sempre foi tema de debate em diversos segmentos, inclusive na área da saúde. A adoção dessa solução também minimizou as barreiras para os colaboradores, já que a implementação foi realizada de forma simples e rápida, acelerando a evolução digital e o bem-estar dos usuários.


“O retorno dos colaboradores foi muito bom. Nossa ideia era reduzir o fluxo de pessoas nas instalações, seguindo as recomendações da OMS, mas havia um ceticismo quanto à adoção de uma solução definitiva e de forma rápida. Agora, vemos colaboradores ansiosos por usar as novas ferramentas e com acesso às estações da  instituição e a todas as aplicações de que precisam para trabalhar”, comemora Gosling.

>> Panorama