>> Mercado

Veja algumas previsões de tecnologias para 2021

Por: Redação, ⌚ 03/12/2020 às 14h51 - Atualizado em 03/12/2020 às 14h51

Em uma análise do mercado global, a Pure Storage listou as previsões tecnológicas para 2021, que deve manter o ritmo acelerado da TI com foco em soluções voltadas para inovação e proteção dos dados


O mercado global sofreu o impacto de um ano sem precedentes, no qual a tecnologia entrou como protagonista para viabilizar a continuidade dos negócios da maioria das empresas. Esse fato impulsionou alguns fornecedores, e este é o caso da Pure Storage. A empresa cresceu 99,9% no mercado de armazenamento de dados na América Latina só no segundo trimestre de 2020, segundo a IDC.


Muitas incertezas permanecem na reta final de 2020, mas, assim como a certeza de que o trabalho remoto é um modelo que chegou para ficar, alguns recursos tecnológicos acabaram se tornando ferramentas essenciais que devem impulsionar o mercado no ano que está por vir. Veja algumas das previsões tecnológicas para 2021 listadas pela Pure Storage:


2021 – O ano da repercussão da transformação digital


As empresas que ainda não estavam na jornada de transformação digital, devido à pandemia se viram forçadas a reformular rapidamente a TI. No processo, muitas optaram por infraestrutura tecnológica acima do orçamento e fora de suas próprias necessidades. No longo prazo, essas escolhas podem se mostrar insustentáveis e, em 2021, as empresas precisarão se reorientar para o médio prazo e buscar soluções ágeis que forneçam um equilíbrio orçamentário e funcional, de acordo com as necessidades dos negócios. O papel do CTO será encontrar os melhores sistemas para organizar melhor os investimentos.


Backup: o aliado contra o ransomware


O Brasil é o país mais atingido por ransomware na América Latina, registrando 46,6% dos ataques na região. Os hackers aproveitaram o aumento do trabalho remoto e em 2021 essa tendência deve permanecer. O tempo de inatividade gerado por esse vetor de ataque às vezes sai mais caro que o próprio resgate – que sequer é recomendado, e o backup em flash entra em cena como peça fundamental de defesa, permitindo que os sistemas sejam restaurados rapidamente e as operações reestabelecidas em minutos ou horas, em vez de dias.


O alívio do modelo de consumo flexível


Em meio a tantas incertezas, dificilmente as empresas sentirão uma folga no orçamento tão cedo. No próximo ano, o foco será a redução geral de gastos, e os modelos de consumo flexíveis se tornaram uma opção fundamental para implementar soluções de infraestrutura de TI. Esse modelo evita investimentos altos e arriscados em CAPEX e permite o gerenciamento de custos sem a necessidade de contratos de longo prazo, aumento as chances de estabilidade financeira das empresas para que possam recuperar o fôlego no mercado.


Falhas de TI e de segurança não serão perdoadas


Na pressa para digitalizar os processos e as operações, muitas empresas acabaram não se atentando à complexidade que estavam criando em seus sistemas, resultando em prejuízos causados por tempo de inatividade. Este problema tem se tornado cada vez mais inaceitável, e períodos prolongados off-line são tão prejudiciais para a reputação quanto para os resultados financeiros. Apesar da complexidade que as empresas podem ter adicionado aos seus próprios sistemas, em 2021 haverá uma tolerância ainda menor em relação a isso e aos problemas de segurança causados aos clientes, parceiros e equipes.


2021 será o ano das aplicações


Ao longo dos últimos anos os contêineres apareceram nas previsões tecnológicas, seja por se tornarem convencionais ou pelo aumento das cargas de trabalho armazenadas dessa forma. Com o amadurecimento dessa tecnologia, as soluções granulares de armazenamento para contêineres se tornarão cada vez mais importantes e o foco na aplicação será essencial. Isso significa investir em soluções consistentes e confiáveis com criptografia de dados e backup de toda a aplicação, não apenas dos dados, para que a aplicação se mova livremente entre os ambientes, seja no data center ou na nuvem.


O papel dos canais será ainda mais importante


Com o trabalho remoto como praticamente a única opção viável neste ano, houve um aumento imediato na demanda dos principais produtos de TI, como VPN e monitores. E, em 2021, as empresas estarão em busca por tecnologias que não apenas ajudem a manter as operações, mas que sejam capazes de ajudá-las a obter vantagens competitivas. Os canais já provaram seu valor no curto prazo, e agora devem desempenhar um papel ainda mais importante, como parceiros consultores estratégicos de longo prazo. Dessa forma, poderão ajudar os clientes com a modernização necessária no ambiente de TI para se adaptarem a nova realidade.


A criatividade irá revelar os verdadeiros líderes


As videoconferências trouxeram à tona as dificuldades dos fornecedores para manter o relacionamento com parceiros em 2020, e isso deixou claro que as chamadas tradicionais seguindo um modelo padronizado de reunião à distância não funciona. A criatividade e a motivação com abordagens personalizadas transformaram esse processo em relacionamentos individuais e, consequentemente, mais sólidos. Os parceiros precisam se sentir cada vez mais valorizados e incentivados, seja por meio de novas metas, treinamentos ou benefícios, para crescer e superar as expectativas de vendas em 2021.




>> Panorama