>> Mercado

Vantagens ocultas do Desktop as a Service

Por: Redação, ⌚ 09/06/2022 às 16h28 - Atualizado em 09/06/2022 às 16h29

Diante de um mercado pautado na nuvem, flexibilidade e na escalabilidade, o mundo requer hoje modelos de negócios orientados a contratação de serviços, com provisionamento rápido e elástico em função da demanda e do investimento programado


Por João Ferreira


O conceito de Desktops as a Service (DaaS) já é bastante conhecido como uma alternativa para redução de custo das empresas e aumento de produtividade do negócio. Mas essa modalidade evoluiu bastante e hoje sua função vai muito além de operar como um PC as a Service (PCaaS) tradicional. É um caminho para a entrega do trabalho híbrido, com segurança e boa experiência de acesso às aplicações pelo usuário, seja ele um funcionário fixo, um colaborador sazonal ou somente um parceiro de negócios.


Mesmo se não houvesse a carência de semicondutores e processadores – o qual é um enorme desafio do mundo atual – a aquisição de máquinas já não fazia sentido há bastante tempo devido à necessidade de constantes atualizações do hardware. Com um mercado pautado na nuvem, na flexibilidade e na escalabilidade, o mundo requer hoje modelos de negócios orientados a contratação de serviços, com provisionamento rápido e elástico em função da demanda e do investimento programado.


As empresas competitivas, que precisam ser ágeis e inovar com baixo de impacto financeiro, tendem a ser mais elásticas em sua abordagem a fim de responder às necessidades de seus clientes finais e se moldar às mudanças frequentes. Nesse sentido, listei aqui diferentes vantagens as quais a tecnologia DaaS pode prover:


Economia com infraestrutura – O gerenciamento de sistema no local envolve a compra e manutenção de hardware, atualizações regulares para seu datacenter e outras despesas de infraestrutura. Adicione a esses custos os recursos necessários para cuidar desse ambiente e você entenderá o porquê do gerenciamento de aplicações ocupar uma porcentagem tão grande do orçamento de um departamento de TI.


Muitas organizações optam por um modelo de implantação híbrido, que combina DaaS com VDI local. Isso permite que a TI implante desktops com agilidade e flexibilidade de acordo com o uso e elimine a infraestrutura local ao longo do tempo para maximizar o retorno de seus investimentos.


Economia com flexibilidade – Esteja você em um período de crescimento acelerado ou passando por uma desaceleração temporária, ter a infraestrutura adequada para corresponder à sua situação atual faz sentido econômico.


O modelo de pagamento conforme o uso oferece escalabilidade para aumentar ou diminuir a capacidade com um clique. Seja uma mudança sazonal planejada ou um aumento inesperado no uso, você sempre estará pronto e com o consumo ajustado.


Economia com boa experiência do usuário – Permitir que suas equipes acessem às aplicações de desktop em qualquer lugar, a qualquer hora, de qualquer dispositivo traz benefícios consideráveis ​​à forma de trabalhar. O estudo Total Economic Impact da Forrester sugere que a produtividade dos funcionários aumenta em 5% com a implantação efetiva de aplicações em nuvem.


Outro dado marcante é a redução de chamadas de suporte e tickets de helpdesk; reduções de cerca de 33% podem ser observadas com a solução de nuvem adequada. As pessoas estão acostumadas a acessar aplicações por meio de serviços em nuvem via seus próprios dispositivos, tornando-as mais confiantes em fazer o mesmo com as ferramentas de que precisam para realizar seu trabalho.


Também há sinais de que a integração está sendo mais rápida e fácil de implementar, economizando até oito horas por novo funcionário. Assim, para cada pessoa que ingressa na sua organização, você pode economizar um dia inteiro de trabalho com o fornecimento de software em nuvem. Isso se torna bastante visível depois de alguns meses.


Economia com segurança – Nenhuma empresa quer encontrar um problema de segurança, mas sempre existe a possibilidade de algo acontecer. Normalmente, quando pensamos sobre incidentes relacionados à segurança de dados corporativos, a primeira coisa que imaginamos é um invasor externo, originado por um grupo criminoso cibernético. No entanto, uma das maiores ameaças à proteção e segurança de dados da sua empresa pode estar sentado em uma mesa em seu escritório.


Isso significa que, se você deseja calcular o verdadeiro retorno do investimento da transição para a nuvem, é preciso colocar um valor monetário nas perdas potenciais que uma violação acarreta. Há o tempo de inatividade do sistema, paralisação da operação e, consequente, perda de produtividade. Depois, há o preço de todos os especialistas necessários para corrigir o problema e reconstruir sua configuração a fim de evitar novos ataques.


Com o nível de segurança do DaaS, qualquer tipo de ameaça cibernética como vírus, worms ou malware encontra uma barreira de proteção que dificilmente permite o acesso ao sistema de nuvem. O DaaS, ainda garante conformidade com os requisitos de segurança, pois permite atualizações centralizadas, backups contínuo e sincronização de dados.


A princípio, embora as organizações possam economizar algum dinheiro deixando suas infraestruturas locais do jeito que estão, elas não terão as opções atuais ​​para atender às demandas de inovação do mundo digital atual ou mesmo de satisfazer uma força de trabalho remota híbrida.


*João Ferreira, engenheiro sênior de vendas da Citrix Brasil

>> Panorama