>> Mercado

SAP reforça estratégia para dar resiliência às cadeias de suprimentos

Por: Redação, ⌚ 29/06/2020 às 16h08 - Atualizado em 29/06/2020 às 16h10

Empresa apresenta balanço de utilização dos módulos de SAP Qualtrics e SAP Ariba disponibilizados sem custos para ajudar os clientes no enfrentamento da epidemia da Covid-19


A SAP Brasil reforçou os anúncios realizados globalmente pela empresa durante o SAPPHIRE NOW, em especial as soluções para dar maior resiliência às empresas na gestão de suas cadeias de suprimentos, associada às boas práticas de sustentabilidade. A plataforma Industry 4.Now, por exemplo, busca disponibilizar uma série de inovações para ajudar as empresas a projetar e fabricar produtos e ativos inteligentes, capazes de capturar e analisar grandes volumes de dados vindos de sensores em toda a cadeia de suprimentos. Isso permite que os clientes migrem para a Indústria 4.0, indo de uma iniciativa com foco nas fábricas para uma estratégia de negócios abrangendo toda a empresa.


Cristina Palmaka, presidente da SAP Brasil, reforçou que a SAP tem apostado em plataformas abertas, com APIs direcionadas aos diversos segmentos da economia, visando aumentar a agilidade de adoção dessas soluções, baseadas em boas práticas globais dos 25 setores atendidos pela SAP. Segundo a executiva, três pilares acelerados neste momento de pandemia foram a digitalização de supply chain e de processos; a gestão da experiência do cliente, uma vez que os formatos de atendimento foram totalmente modificados durante a crise do coronavírus; e também a gestão da força de trabalho, com uma mudança radical nos processos, seja para os profissionais em trabalho remoto, seja para as novas condições impostas para os trabalhadores da indústria, comércio e serviços.


“A tecnologia é o habilitador para as empresas seguirem em frente e a SAP, diante da responsabilidade de ter mais de 77% do PIB mundial passando por nossos sistemas, entende o desafio de fazer a operação funcionar e também os ajustes necessários estando próximo aos clientes. Do ponto de vista estratégico, seguimos na nossa trajetória de integração de todas as soluções SAP para aperfeiçoar o valor agregado para os nossos clientes”, explica Cristina.


A executiva reforçou ainda o compromisso assumido como signatária do Pacto Global da ONU, como parte das iniciativas do programa Ambição para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (SDG Ambition, no original em inglês). Para direcionar esforços em seus sistemas e contribuir com os processos de sustentabilidade de seus clientes, irá trabalhar, dentro de um roteiro plurianual, com parceiros de co-inovação e anuncia a primeira solução disponibilizada, o SAP Product Carbon Footprint Analytics. A ferramenta visa ajudar a dar maior visibilidade sobre as emissões de carbono de produtos e processos para tomada de decisões sustentáveis. “Vamos direcionar nossos esforços para cada vez mais empresas colocarem em seus KPIs os controles de sustentabilidade”, completa.


Balanço das soluções disponibilizadas sem custos para enfrentamento da epidemia da Covid-19


Três meses após a disponibilização sem custos dos módulos SAP Ariba Discovery, a operação brasileira registrou aceleração na utilização da plataforma, com crescimento de quase 300% no número de novos cadastros de fornecedores no país, principalmente no setor de saúde, que usou o sistema para responder ao aumento dos pedidos relacionados a produtos de missão crítica, incluindo insumos e equipamentos médicos.


Já a adoção da solução SAP Qualtrics Remote Work Pulse foi adotada por 164 empresas brasileiras, entre elas o Grupo Fleury e o Grupo Ipiranga. A ferramenta permite que as empresas façam um monitoramento da jornada do colaborador em trabalho remoto, avaliando desde as condições físicas, relacionados a infraestrutura de TI, acesso à rede, ergonomia até temas relacionados à saúde mental e gestão do relacionamento com seus pares.

>> Panorama