>> Mercado

Mais da metade dos gastos com TI em empresas mudarão para a Nuvem até 2025

Por: Redação, ⌚ 03/03/2022 às 17h42 - Atualizado em 03/03/2022 às 17h42

Levantamento mostra que aceleração da mudança para a Nuvem significa que a oportunidade de mercado para os fornecedores pode estar se estreitando 


De acordo com a mais recente pesquisa do Gartner, os gastos corporativos de TI com Computação em Nuvem Pública, dentro dos segmentos de mercado endereçáveis, ultrapassarão os gastos com TI tradicional em 2025.


A pesquisa de “Cloud Shift”, do Gartner, inclui apenas as categorias de TI corporativas que podem fazer a transição para a Nuvem, dentro dos mercados de software de aplicativo, software de infraestrutura, serviços de processos de negócios e aplicações para infraestrutura de sistema. Segundo a análise, até 2025, 51% dos gastos com TI nessas quatro categorias terão migrado das soluções tradicionais para a Nuvem Pública, dez pontos acima do atual índice de 41% em 2022. Quase dois terços (65,9%) dos gastos nas operações software de aplicativo serão direcionados para tecnologias Cloud em 2025, acima dos 57,7% em 2022. 


“A mudança para a Nuvem só tem se acelerado nos últimos dois anos, devido à Covid-19, uma vez que as organizações precisam responder aos novos modelos de negócios e as novas dinâmicas sociais”, diz Michael Warrilow, Vice-Presidente de Pesquisa do Gartner.


Em 2022, as ofertas tradicionais constituirão 58,7% dos gastos nas companhias de mercado endereçável, mas o crescimento de investimento nessas soluções será muito menor do que a nuvem. A demanda por recursos de integração, processos de trabalho ágeis e arquitetura composta impulsionará a mudança contínua para a Cloud Computing, à medida que as iniciativas de transformação digital e modernização de longo prazo forem antecipadas. Os gerentes de produtos de tecnologia devem usar a mudança para a Nuvem como uma iniciativa de oportunidade de mercado. 


Em 2022, a expectativa é que os gastos corporativos de TI alcancem mais de US$ 1,3 trilhão, crescendo para quase US$ 1,8 trilhão em 2025, impulsionados principalmente pela mudança à Nuvem que representará mais de US$ 900 bilhões, segundo o Gartner. A contínua transformação dos mercados de TI por meio da Nuvem será amplificada pela adoção de novas tecnologias, incluindo a Nuvem Distribuída. Os analistas do Gartner preveem que muitas companhias irão aproximar cada vez mais as linhas de investimento entre as ofertas tradicionais e em Cloud. 


A adoção corporativa da Nuvem distribuída tem o potencial de acelerar ainda mais a mudança para a Cloud Computing, de maneira geral, à medida que essa solução trará serviços de Nuvem Pública para domínios que não eram majoritariamente voltados aos investimentos em Cloud, além também permitir a expansão de companhias de mercados endereçáveis. As organizações estão avaliando-o devido à sua capacidade de atender a requisitos específicos do local, como soberania de dados, baixa latência e largura de banda de rede. 


Para capitalizar a mudança para a Nuvem, o Gartner recomenda que os fornecedores de tecnologia e de serviços segmentem suas ofertas em frentes nas quais a mudança está ocorrendo de forma mais agressiva, além de buscar novas oportunidades de Nuvem de alto crescimento.


Por exemplo, segmentos relacionados à infraestrutura têm um nível mais baixo de adoção de ferramentas Cloud e devem crescer mais rapidamente do que segmentos como aplicativos corporativos que já são altamente baseados nesse modelo. Os fornecedores também devem visar personas específicas, perfis de adoção e casos de uso com iniciativas de entrada no mercado. 

>> Panorama