>> Mercado

Atos se une à Universidade para criar maior supercomputador de IA

Por: Redação, ⌚ 18/08/2020 às 16h58 - Atualizado em 18/08/2020 às 16h59

Se unindo com à Universidade de Oxford, tecnologia vai permitir que acadêmicos e indústria britânica avancem em descobertas científicas e inovação em machine learning e inteligência artificial


A Atos assinou contrato de quatro anos, no valor de £ 5 milhões, para entregar um supercomputador deep learning novo e de última geração, construído na arquitetura NVIDIA DGX SuperPOD™. A máquina permitirá que os acadêmicos e a indústria britânica avancem em descobertas científicas e inovação em machine learning e inteligência artificial, como parte do projeto JADE2.


O maior supercomputador focado em IA do Reino Unido, com mais de 500 GPUs, terá um sistema de alta performance financiado pelo Engineering and Physical Sciences Research Council (EPSRC). O projeto busca aproveitar o sucesso da JADE (Joint Academic Data Science Endeavour) – recurso nacional que fornece instalações avançadas de computação GPU para especialistas líderes em IA e machine learning de um consórcio de oito universidades britânicas e do Alan Turing Institute.


O JADE2 é construído nos sistemas NVIDIA DGX, e utiliza a solução de armazenamento DDN A³I. Ela mais que triplicará a capacidade da máquina JADE original, e fornecerá capacidades de computação para um consórcio de 22 universidades e o Turing Institute. São características que ajudam a atender ao nível de demanda por instalações focadas em IA criadas como resultado do sucesso do recurso JADE.


“O novo supercomputador fornecido pela Atos nos permitirá atender à demanda por instalações com capacidades computacionais poderosas, que acomodam workloads IA de alta qualidade e com muitos dados. Isso vai ajudar muitas instituições a fazer descobertas potencialmente revolucionárias e cimentar o status do JADE como a instalação de computação nacional líder para pesquisa acadêmica de IA”, afirma Wes Armour, professor da Universidade de Oxford.


O sistema DGX SuperPOD compreenderá um cluster de 63 nós DGX, com 504 GPUs NVIDIA A100 Tensor Core no total, interconectados com a rede NVIDIA Mellanox InfiniBand, todos alimentados pelo armazenamento AI400 da DDN, tornando-o o maior sistema desse tipo no Reino Unido. Ele será hospedado no STFC Hartree Centre em Daresbury, perto de Warrington. 


“Estamos orgulhosos de trabalhar com a Universidade de Oxford na entrega do JADE2, que fornecerá aos pesquisadores e à indústria mais poder de computação para permitir novos avanços científicos e inovação em machine learning e IA”, afirma Agnès Boudot, vice-presidente sênior e Head de HPC & Quantum da Atos. O executivo acredita que esse sistema de alto desempenho, juntamente com a experiência da empresa em supercomputação, ajudará o Reino Unido a enfrentar os principais desafios de IA e machine learning, além de fortalecer a imagem do país como líder mundial nessas áreas.


>> Panorama