>> Indústria

FIEPE adota hiperconvergência para suportar crescimento dos negócios

Por: Redação, ⌚ 11/02/2022 às 12h20 - Atualizado em 11/02/2022 às 12h20

Além de unificar toda infraestrutura, a tecnologia implementada permite à Federação ganhos em capacidade de expansão e produtividade


A Nutanix anunciou que a Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (FIEPE), modernizou seu ambiente de TI com soluções de hardware e software da empresa.


Agora, a Federação segue no caminho de padronização e unificação dos sistemas para representar as indústrias do estado de Pernambuco, apoiando também projetos sociais, de educação e pesquisa e desenvolvimento.


A Federação integra e coordena o Sistema FIEPE, composto por quatro órgãos vinculados: Serviço Social da Indústria de Pernambuco (SESI), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de Pernambuco (SENAI), Instituto Euvaldo Lodi de Pernambuco (IEL-PE) e Centro das Indústrias do Estado de Pernambuco (CIEPE).


O Sistema anterior englobava as quatro organizações e possuía ambientes com arquitetura multiplataforma, descentralizada e de difícil integração. Esta infraestrutura não teria capacidade e escalabilidade para sustentar as projeções de crescimento da FIEPE. Isso porque sua manutenção era complexa, de alto custo e não permitia realizar atualizações com um desempenho satisfatório, além de não atender a requisitos de segurança e backup.


“Nosso ambiente anterior exigia alto custo operacional, não permitia expansão ou escalabilidade e interoperabilidade. Ou seja, era um ambiente tecnológico que não acompanhava a evolução do negócio, além de onerar nossa equipe de TI com manutenções recorrentes. A complexidade do desafio de integrar tecnologias que não conversavam entre si era muito grande, então decidimos pela arquitetura hiperconvergente com objetivo de unificar nossos ambientes e prover capacidade de crescimento e expansão”, revela Antônio Fernandes, gestor de TI da FIEPE.


Renovação da infraestrutura


A implementação e a migração demandaram um período de cinco meses em que o time da Nutanix trabalhou em conjunto com a integradora Tech Channel e o próprio time de TI da FIEPE. Além de centralizar em uma única plataforma o gerenciamento do data center, ainda permitiu sensível aumento da performance de processamento, grande facilidade na gestão do ambiente, alta disponibilidade e segurança de dados em comparação à tecnologia anterior. Dessa forma, foi possível aumentar a confiabilidade e a eficiência de todo ambiente tecnológico.


“Criamos um data center de 180 metros quadrados onde acomodamos uma área de autossuficiência enérgica e racks que suportam todos os nós da Nutanix.  Foram migrados para lá cerca de 300 servidores, 200 bases de dados, 130 redes, mais de 3.200 usuários. Ainda, toda a migração foi feita sem parar a produção da Federação. Nós trocamos as turbinas do avião em pleno voo”, explica Fernandes.


Espaço para inovar e crescer


A FIEPE realizou um mapeamento estratégico de crescimento com metas em novos serviços, associados e matrículas. De acordo com Fernandes, sem o ambiente unificado Nutanix, não seria possível executar este plano de expansão com tanto sucesso. Com a hiperconvergência, a Federação conta agora com uma plataforma amigável, com painel único de gerenciamento (dashboard), podendo focar inteiramente na qualidade dos serviços prestados pelas suas empresas.


As melhorias de desempenho nas rotinas diárias e economia de 35% de gastos com energia elétrica, suporte e manutenção, além da otimização do tempo em cerca 70% de equipe, já foram percebidos pela FIEPE. Além disso, foi implementado um novo sistema de backup que antes levava horas e hoje demanda poucos minutos.

>> Panorama