>> Finanças

Programa de diversidade e inclusão capacita jovens em TI para o mercado de trabalho

Por: Redação, ⌚ 13/06/2022 às 15h35 - Atualizado em 13/06/2022 às 15h35

O curso contou com um corpo docente especialista em certificações específicas do mercado financeiro e, ao concluí-lo, os alunos puderam agregar diversas formações a seus currículos


Trinta e uma pessoas formadas pelo Programa CiberEducação Cisco do Brasil, parceira da FEBRABAN no projeto Somamos para diversidade e inclusão, concluíram em maio de 2022 a capacitação profissional em Mercado Financeiro e Cibersegurança oferecida pelo Instituto Febraban de Educação (INFI). Agora, elas estão aptas para participar de processos seletivos em instituições financeiras e disputar vagas no mercado de trabalho.


O curso foi gratuito para os alunos, com duração de três meses, e todo o conteúdo do programa foi ministrado online, com três encontros semanais, e a distância, por meio de cursos na plataforma do INFI. A assiduidade foi um dos destaques da turma: todas as aulas tiveram mais de 80% dos alunos presentes.


Durante o processo de formação os estudantes receberam conteúdo técnico para atuação em instituições financeiras que incluiu noções fundamentais sobre o mercado financeiro (macroeconomia, sistema financeiro nacional, produtos e serviços bancários, prevenção à lavagem de dinheiro, gestão de operações de câmbio, carreira em certificações bancárias), desenvolvimento socioemocional (comunicação, negociação e gestão de conflitos, educação financeira, diversidade e educação, negritude sociedade, gestão de projetos e métodos ágeis), Tecnologia (cibersegurança), Práticas Ambientais, Sociais e de Governança (ASG) e sobre a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (GPD).


“A capacitação em Mercado Financeiro e Cibersegurança abre para esses jovens uma ampla possibilidade de empregabilidade, principalmente em um segmento de alta demanda, como o de tecnologia da informação (TI). E quando você dá oportunidade para pessoas com pensamento, background e culturas diferentes, os resultados se tornam exponenciais. Esse é um compromisso da FEBRABAN e dos bancos com uma sociedade mais diversa, inclusiva e sustentável”, afirma Isaac Sidney, presidente da FEBRABAN.


O curso contou com um corpo docente especialista em certificações específicas do mercado financeiro e, ao concluí-lo, os alunos puderam agregar diversas formações a seus currículos. A segunda fase do projeto prevê a reavaliação do conteúdo programático, para garantir o alinhamento com as necessidades das instituições financeiras, e a participação dos bancos no processo seletivo dos jovens talentos.

>> Panorama