>> Finanças

CREDZ utiliza Teams para conectar equipe e mais de 4 mil lojas varejistas

Por: Redação, ⌚ 15/10/2020 às 10h53 - Atualizado em 15/10/2020 às 10h53

Nuvem e Open Private Label: empresa brasileira renova modelo de gestão de parcerias com plataforma de colaboração


A CREDZ vem passando por uma transformação em suas operações e renovou sua operação de forma a continuar atendendo, treinando e dando suporte a cerca de 400 redes varejistas via Teams, plataforma de colaboração da Microsoft.  


De acordo com Gilberto Baldini, gerente de soluções digitais da CREDZ, o Brasil ainda apresenta boa parte da população “não bancarizada” ou “sub bancarizada” e o varejo apresenta-se como principal, ou mesmo único, canal para a concessão de crédito – é justamente aí que a CREDZ se posiciona. Por isso, a agilidade da companhia em utilizar a plataforma Teams para dar continuidade às suas atividades durante a pandemia foi tão positiva tanto para os colaboradores da CREDZ quanto para as equipes dos parceiros varejistas – que conseguem manter as operações de oferta de cartões de crédito junto aos pontos de venda em todo o Brasil. 


Com o início da pandemia e a necessidade de isolamento social, toda a equipe CREDZ – que antes atuava predominantemente no escritório em São Paulo – foi realocada para o modelo remoto baseado em Microsoft 365, sendo o Teams o principal ponto de integração entre as áreas internas e os parceiros varejistas por todo o país. Assim, foi possível dar suporte aos parceiros com informações sobre o negócio. Além disso, a implementação permitiu que realizassem treinamentos, o próprio acompanhamento comercial e mesmo implantações de novas parcerias de forma totalmente remota, reduzindo custos de viagens para outros estados e tempo. 


“Atualmente, temos cerca de 300 funcionários em 300 endereços diferentes. Sem a velocidade da tecnologia, não teríamos conseguido sustentar o modelo de negócio da CREDZ, uma vez que parte significativa de nossa equipe estava diretamente relacionada à atividade de gestão de ponto de venda, suporte presencial ao varejista e mesmo venda de cartões em lojas. Com o COVID-19, esses profissionais foram realocados para os times de cobrança e ativação de cartões, além de oferecerem suporte remoto aos varejistas. Assim, conseguimos passar pela crise sem nenhum desligamento sequer”, diz Baldini. 


Além do contato interno e externo por chat e videoconferência, as equipes também utilizam o OneDrive e o Sharepoint para armazenamento e compartilhamento de arquivos. De acordo com a CREDZ, os profissionais passaram a acessar todos os documentos por meio dessas ferramentas. “Estamos conseguindo resultados melhores remotamente do que com o modelo presencial. A fixação de conteúdo por nossas equipes internas e de nossos parceiros varejistas aumentou e a facilidade de ter todos os pontos de contato em um só lugar otimiza bastante o dia a dia de trabalho”, explica.   


Como próximos passos, a empresa pretende acelerar a sua migração para Azure sob auma estratégia multi nuvem e implementar o Power BI, plataforma de análise de dados da Microsoft, até o fim do ano de forma a possibilitar a entrega de dados em tempo real para os gestores varejistas, tais como: quantos cartões foram emitidos até o momento; qual é o ticket médio do dia; quantidade de vendas parceladas ou a vista; quantidade de resgate de pontos fidelidade etc. Tais informações servem como guias para identificar o desempenho das lojas e solucionar problemas como queda de sistema ou remanejamento de profissionais.



“O varejo de médio porte ainda possui uma série de necessidades em tecnologia e queremos atender a estas demandas. A informação através de um painel de vendas tem um valor inestimável para nosso parceiro varejista. Nosso objetivo é disponibilizar um conjunto de informações em tempo real sobre o cartão de crédito da parceria. Trata-se de uma importante plataforma para uma gestão de vendas mais eficiente”, finaliza o executivo. 

>> Panorama