>> Finanças

Como tomar decisões difíceis em tempos de pandemia?

Por: Redação, ⌚ 15/04/2021 às 12h28 - Atualizado em 15/04/2021 às 12h28

Com planejamento desafiador, empresas lançam novos produtos e serviços para expansão de mercado


Um ano de pandemia, trabalho 100% home office e o desafio de repensar algumas decisões do passado. Tudo isso com apenas seis meses para lançar o serviço ao mercado. Essa foi a grande tomada de decisão do Alexandre Borges, Head de Contas Digitais da MidWay, que visando a inovação do portfólio de serviços, decidiu expandir os negócios investindo na conta digital.


“Em junho de 2020, assumi esse projeto e percebi que a solução não estava nos auxiliando, tivemos muitos entraves, falta de inputs que impediram a construção do banco e suas otimizações. Não conseguiríamos lançar a novidade no prazo, por isso, tomamos a decisão de correr atrás de uma parceira que pudesse nos oferecer uma solução de SPB eficaz e que tivesse convergência conosco”, conta Borges. Foi assim que chegaram até a Matera, que topou fazer o projeto desafiador.


Para Diogo Meirelles, Sales & Channels Director da Matera, o desafio de colocar o projeto para rodar em apenas alguns meses era mais um motivador para a equipe, o que gerou também muita sinergia. “Houve um fit tecnológico muito grande entre as empresas, o que facilitou os processos. Estávamos prontos para auxiliar o que fosse necessário para cumprir o prazo e então, em dezembro toda a parte do SPB estava pronta e entregue”, diz. Ao final do projeto, além da contratação para o desenvolvimento do SPB, a MidWay também optou em fechar a parceria para a solução do Pix, novo sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central.


Vale ressaltar que ambos os projetos foram desenvolvidos com as equipes em home office, em meio a um ano desafiador e que exigiu muito comprometimento das empresas para fazerem os negócios acontecerem. “Nossas expectativas com o lançamento da conta digital e com o Pix são altas. Foi muito desafiador, mas tivemos facilidades a partir do momento que houve integração dos times e total apoio da Matera para fazer acontecer”, finaliza Borges.


Atualmente o projeto está em homologação, estabelecendo conectividade com o BC e a previsão é conquistar 2 milhões de contas até dezembro de 2021.

>> Panorama