>> Destaque - Mercado

IA ajuda varejistas a prever falhas nas tecnologias que impactam o negócio

Por: Redação, ⌚ 13/05/2022 às 11h27 - Atualizado em 13/05/2022 às 15h38

Algoritmo utiliza Inteligência Artificial e Machine Learning para entender as sensibilidades do varejo e antecipar futuros problemas na operação


Uma das principais necessidades do mercado varejista, seja nas redes de lojas físicas ou no comércio online, é conseguir se antecipar a eventuais falhas no fluxo de troca de informações como em processos de compras, rotinas de faturamento, controles de estoque, entrada e saída de mercadorias, entre outros. A queda de um link de Internet, por exemplo, pode resultar em milhões de reais em vendas que deixarão de ser concretizadas em uma plataforma de e-commerce.


Pensando nisso, a Pinpoint, lançou no mercado brasileiro uma solução exclusiva de monitoração inteligente de ambientes com grandes fluxos de informações, como os presentes em operações de vendas do varejo. Batizada de “TheEye”, a plataforma utiliza um algoritmo proprietário da Pinpoint, único no mercado que possui uma funcionalidade que, com base no cruzamento de dados do histórico de acontecimentos, analisar e, em questão de segundos, fornece previsões do que está acontecendo no negócio. São dados e informações precisas e importantes para qualquer tomada de decisão dos varejistas.


Monitorando o comportamento do negócio


A monitoração em tempo real  de negócios visa levantar informações sobre o andamento da operação como, por exemplo, o número de pedidos gerados, se estão ocorrendo normalmente e nos intervalos esperados. Isso serve como um poderoso indicador sobre o andamento do negócio, permitindo aos lojistas, varejistas ou funcionários  reagir a possíveis imprevistos antes que sofram prejuízos maiores. 


“Todo negócio tem, em seus diversos fluxos, comportamentos que podem ser descritos através de gráficos de curvas ou histogramas de volumes e sua taxa de ocorrência. Utilizando inteligência baseada em estatística avançada e Machine Learning, o TheEye cria uma linha-base de comportamento. Isso permite detectar em tempo real não somente que há um problema, mas também sua origem”, explica Saulo Meneghini, CEO da Pinpoint.


As operações de varejo precisam de soluções que alinhem alta performance ao investimento. O TheEye oferece uma gama de funcionalidades que permite a gestão das entregas acordadas e contratadas pelos fornecedores e parceiros do negócio. Por exemplo, é possível identificar se um parceiro, que faz parte da cadeira de processamento, está passando por algum problema. Isso é importante em função da sensibilidade que o varejo tem em mensurar como a experiência do seu consumidor está sendo boa ou  ruim, além de poder analisar possibilidades de economias nos investimentos feitos, já que a ferramenta mostra no detalhe cada performance do negócio.  


Custo x Benefício


A plataforma é dinâmica, auto suficiente e dispensa a necessidade de ser alimentada com informações, podendo ser utilizada por qualquer área de negócio que tenha um fluxo de dados contínuo como o varejo.


“Um dos principais desafios para os gestores é o de conseguir uma visão 360º da operação como um todo, o que na hora de reagir a qualquer inconsistência, frequentemente, acontece com bastante atraso e gera uma série de perdas que vão muito além das financeiras”, comenta Saulo.


Atuando no modelo de “Plataform as a Service”, o TheEye é de fácil implementação e pode ser aplicado para monitorar diversos tipos de operações varejistas. A plataforma envia um alerta aos responsáveis pela operação em casos de lentidão, instabilidade ou erros nos sistemas ligados ao negócio ou de parceiros.


“Monitorar os fluxos de dados com tecnologia tornou-se mandatório para realizar a transformação digital do varejo e garantir uma melhor eficiência operacional das empresas. O TheEye é uma ferramenta de apoio essencial tanto para o varejo físico como online”, comenta Meneghini.


Interface simples inspirada nos games


O TheEye permite criar interfaces otimizáveis de forma intuitiva e clara, unindo a visão de dados de diferentes áreas em uma única tela, facilitando a visualização de quem quer que precise. 


“A interface foi idealizada para ser simples e objetiva. Ela possui um layout em grade, com linhas e colunas, que retrata todos os elementos que estão sendo monitorados. Um sistema com cores básicas – verde, amarelo e vermelho – sinaliza o que está normal, precisando de alguma atenção ou onde ocorreu algum problema que precisa de solução imediatamente. O TheEye utiliza uma tecnologia de ponta inspirada nos games, que atualiza via push todos os navegadores ao mesmo tempo”, explica Artur Araujo, CPO da Pinpoint.


Os eventos do ambiente aparecem em uma grid de notificações c. Os índices de performance (KPI) aparecem destacados em widgets laterais, permitindo ao gestor acompanhar precisamente o desempenho de cada área. Outros modelos de interfaces disponíveis podem ser acessadas no menu superior, permitindo que a plataforma converse com outras aplicações e colete informações de diferentes fontes de dados.


“Pensamos o TheEye para ser uma plataforma que une todas as áreas da organização em uma única visão do negócio, dispensando a contratação de múltiplas plataformas e softwares de monitoração”, comenta Artur.

>> Destaques