>> Finanças -

Cielo melhora gestão com controle de acesso e suporte remoto a mais de 4 mil dispositivos conectados

Por: Redação, ⌚ 06/01/2022 às 16h33 - Atualizado em 06/01/2022 às 16h33

São mais de seis mil transações por segundo com cartões de crédito ou débito no varejo, conectando bancos, bandeiras de cartões, estabelecimentos comerciais, pequenos empreendedores e consumidores

Única companhia brasileira a integrar a lista das 100 empresas mais inovadoras da Forbes em 2018 e eleita uma das melhores marcas empregadoras no ranking 2021 da conceituada revista de negócios e economia, a Cielo é usuária da plataforma empresarial de conectividade remota TeamViewer Tensor para gestão centralizada e controle de acesso e suporte aos dispositivos e inventário de máquinas ativas. 

Protagonista de uma das mais impressionantes trajetórias de sucesso empresarial, a Cielo foi fundada em 1995 com o nome de VisaNet pelas mãos da Visa International e de vários bancos brasileiros. Em 26 anos de história, passou por várias mudanças até chegar à marca Cielo, hoje consolidada como líder do segmento de pagamentos eletrônicos na América Latina. Só no Brasil, a empresa contabiliza mais de 1,3 milhão de clientes, com volume financeiro de pagamentos processados na faixa dos R$ 190 bilhões em 2020. Na ponta do lápis, são mais de seis mil transações por segundo com cartões de crédito ou débito no varejo, conectando bancos, bandeiras de cartões, estabelecimentos comerciais, pequenos empreendedores e consumidores. 

Para apoiar essa gigantesca massa de transações diárias de forma rápida, eficiente e segura, a Cielo realiza investimentos constantes em sua capacidade tecnológica e, em uma de suas decisões de maior valia operacional, optou pela plataforma de conectividade remota TeamViewer Tensor para gerenciamento centralizado e controle de acesso e suporte a milhares de dispositivos conectados, entre desktops e notebooks com sistema operacional Windows e Macbooks com iOS.

Tecnologia Corporativa

A implantação da tecnologia foi realizada em 2019 em substituição ao PCAnywhere, o sistema até então utilizado pela Cielo Brasil. “A migração surgiu da necessidade de facilitar a gestão e o suporte ao inventário de máquinas ativas de forma mais hábil e segura, potencializando a gestão de TI em grande escala”, conta Luís Felipe Crocce Kapp, Coordenador de Desenvolvimento de Tecnologia, Service Desk e Digital Workplace.

Com a autenticação SSO (Single Sign-On), a Cielo pode ainda aplicar automaticamente suas políticas de segurança, permitindo que os usuários façam login com suas credenciais SSO corporativas, evitando acessos remotos não autorizados às máquinas Cielo e permitindo que o administrador provisione e desative contas de usuário. A solução também se integra via protocolo SAML 2.0 com o provedor de identidade SSO do Azure Active Directory, o sistema é altamente seguro e rastreável, o que significa que o suporte interno e as equipes de usuários e clientes Cielo não precisam se preocupar com hackers ou acessos não autorizados às sessões remotas.

“A tecnologia é totalmente segura pelos padrões atuais, comparável ao https/SS”, acrescenta Dalvan Cruz Rodrigues, Supervisor de Área Digital da Cielo.  “O sistema permite observar remotamente tudo o que está acontecendo dentro dos nossos dispositivos corporativos, evitando que o usuário final seja uma porta de entrada para hackers”. 

O executivo aponta ainda que, devido à implementação, à distribuição em grande escala do módulo Host e à implantação massiva zero-touch do TeamViewer Tensor, a Cielo pode agora gerenciar todos os dispositivos de forma centralizada (usuários, permissões de conexão e grupos de máquinas), com acesso remoto, regras definidas para conexões de saída e entrada e limitações de compartilhamento de dados do ambiente corporativo para as redes e dispositivos externos.

“Com maior controle sobre dispositivos e transações financeiras nas estações de trabalho, via Service Desk, o TeamViewer Tensor permite que as conexões sejam atribuídas e auditadas, ajudando a elevar os níveis de segurança e de proteção de dados tão vitais para o nosso negócio”, complementa.  

Atualmente, cerca de 50 profissionais da Cielo utilizam a tecnologia diariamente para fornecer suporte remoto a usuários internos em mais de 4,2 mil dispositivos cadastrados. As equipes, que por ora trabalham de casa por conta da pandemia, realizam em média mais de cem sessões de suporte por dia, via Service Desk e por meio de interações dos profissionais em campo. A equipe de suporte também pode acessar de forma eficiente os dispositivos dos clientes finais para solucionar quaisquer problemas que possam estar ocorrendo, ajudando a evitar a ociosidade das máquinas de pagamento. O uso simultâneo é escalonável, de acordo com as necessidades da Cielo.

Hoje, a Cielo tem experimentado um grande impulso nos negócios, à medida que a economia reabre após o lockdown social e corporativo imposto pela Covid-19. Além disso, a empresa tem registrado redução nas despesas, impulsionada em grande parte pela melhoria da eficiência operacional. Como resultado, a Cielo registrou um lucro líquido de quase R$ 190 milhões no segundo trimestre de 2021, representando um crescimento de 33% em relação ao trimestre anterior.

>> Destaques