>> Varejo

Alagoana Carajás moderniza infraestrutura de rede

Home Center investe em solução da Seal Sistemas para se tornar líder no mercado do Nordeste

Por: Redação, ⌚ 11/02/2019 às 14h41 - Atualizado em 11/02/2019 às 14h41

Ser a referência e líder do Nordeste no mercado e comercialização de materiais de construção e home center até 2020. Esse é o grande objetivo da Carajás, rede alagoana que conta com nove lojas no Nordeste brasileiro e que recebeu o prêmio de destaque de 2018 da Anamaco – Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção. E, para conseguir alcançar esse feito, a empresa conta com a ajuda da Seal Sistemas para modernizar a infraestrutura de rede e a tecnologia implementada nas unidades de negócio.

 

“Sem dúvida, a tecnologia é um grande aliado para que consigamos atingir nossa missão. E para isso, contamos muito com a expertise da Seal como fornecedor de solução wireless e sua equipe comprometida”, conta Lauro Gonçalves, gerente de planejamento e suprimentos da Carajás.

 

A aliança da Seal Sistemas com a Carajás começou no começo desse ano com a inauguração da ‘loja modelo’ em São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do Norte. Nela, a Seal cuidou de todo o processo de infraestrutura de rede. “Essa loja faz parte de um modelo de padronização em que a Carajás está buscando uma excelência nesse mundo de rede. Utiliza-se toda a solução de infraestrutura, tanto cabeada quanto wireless”, afirma Ruy Castro, diretor da Unidade de Negócios. “Depois de inaugurar essa loja em Natal e a outra em Fortaleza, que abriu em janeiro de 2019, queremos modernizar as unidades que temos nos outros estados para que todas sigam essa referência de tecnologia”, diz Lauro.

 

A comunicação e o armazenamento das informações geradas nos diferentes pontos da loja são possíveis justamente por causa dessa solução de rede. “De forma simples, passamos cabos por toda a loja para criar os pontos de rede: check-outs, caixas, estações de consulta de preço, escritório onde são emitidos pedidos e notas fiscais. Os dados recolhidos nesses locais vão para os switches que trafegam as informações para serem tratadas, analisadas e gerenciadas e graças a uma infraestrutura ágil e confiável proporciona condições para tomada de decisões estratégicas dos gerentes e diretores”, explica Castro.

 

Além dessa rede cabeada, agrega-se também as informações colhidas pelos equipamentos que usam o wireless. “Enquanto a parte de cabeamento e switches é o cérebro das informações, a parte do wireless se comunica com os coletores que conferem o estoque, acompanham a movimentação da mercadoria, inventário e verificação de preço, por exemplo. E tudo isso se junta de forma que os gerentes tenham uma visão completa do que se passa em cada unidade”, complementa.

 

Outra necessidade que a Carajás apresentava era conseguir integrar a solução de infraestrutura de rede com o sistema de ERP usado por todas as lojas da rede. “Tínhamos um sistema híbrido, próprio da Carajás, e hoje estamos trabalhando com o Protheus, da Totvs. O grande desafio era a adequação do nosso ERP com os coletores, que também são fornecidos pela Seal, e outras tecnologias”, afirma Gonçalves.

 

 

A implementação desse tipo de solução traz benefícios de ponta a ponta: tanto para a Carajás e seus colaboradores quanto para os clientes finais. “O uso dessa tecnologia integrada ajudou no dia a dia dos funcionários porque deixou as atividades mais ágeis. Além da segurança na transmissão de dados”, conta o gerente da rede varejista alagoana.  Já para os clientes, essa infraestrutura permite oferecer uma rede rápida e segura de Wi-Fi.

 

“Dentro das lojas da Carajás, (o consumidor) vai ter acesso a internet de boa qualidade, o que reflete diretamente na satisfação dele e consequentemente nas vendas. Já é provado que um cliente permanece mais tempo dentro da loja se ela oferecer um bom Wi-Fi, já que os consumidores usam muito os dispositivos móveis. Quanto maior a permanência, maior a possibilidade de compra. E, para todo varejista, é importante que o cliente se sinta à vontade dentro da loja”, explica o diretor da Seal Sistemas.

 

“Além disso, com o acesso a um Wi-Fi, os clientes podem comparar os nossos preços com o mercado sem ter que sair de nossa loja física. Temos que usufruir da modernidade e praticidade que a tecnologia traz para melhorar, cada vez mais, a experiência do cliente”, reforça Lauro.

 

Depois de cuidar da implementação de toda essa infraestrutura de rede de ponta a ponta, a Seal Sistemas enxerga outras possibilidades para aumentar ainda mais o patamar tecnológico da Carajás e ajuda-los a se tornar a referência do mercado de home center e materiais de construção do nordeste brasileiro. O próximo passo é evoluir ainda mais na parte de softwares.

 

Segundo Ruy, “para a próxima etapa estamos trabalhando em softwares que vão analisar o tráfego de dados, que permitem que eles possam saber mais sobre os comportamentos dos clientes que compartilham a rede e da própria equipe de vendas. Descobrir quais são as áreas mais quentes de vendas, como a força de vendas dele está distribuída dentro da loja. Com a infraestrutura já montada, essa segunda parte é muito mais simples”.

 

 

>> Panorama