>> Serviços

Safrapay dobra aposta em autônomos, prevê superar PagSeguro e Stone até 2020

A ofensiva no segmento de microempreendedores tem entre os alvos profissionais que trabalham por meio de aplicativos, como Uber e Rappi, afirmou a Safrapay

Por: Redação, ⌚ 10/06/2019 às 16h38 - Atualizado em 10/06/2019 às 16h39

A Safrapay iniciou um programa para profissionais autônomos, dentro do plano para ampliar a penetração de seus terminais de pagamento entre microempreendedores e superar a base de clientes das rivais PagSeguro e Stone até 2020.

 

Braço de meios de pagamentos eletrônicos do Banco Safra, a Safrapay anunciou que lançou nesta sexta-feira um modelo que premia autônomos que indicarem pessoas ou pequenas empresas com valores de 200 a 1.500 reais, de acordo com o volume de vendas realizadas no terminal SafraPay do indicado, no período de 40 dias.

 

 O movimento é mais um capítulo do que o mercado apelidou de ‘guerra das maquininhas’, com as principais empresas do setor entrando numa guinada concorrencial desde abril, quando a Rede, do Itaú Unibanco, zerou a taxa de juros sobre antecipação de recebíveis para pequenos lojistas nas compras pagas com cartão de crédito à vista.

Posteriormente, a Safrapay zerou a taxa cobrada sobre transações no crédito à vista e parcelado.

 

Atualmente, a Cielo lidera o mercado de adquirência, seguida pela Rede, e pela Getnet, do Santander Brasil. PagSeguro e Stone ocupam a quarta e quinta posições no ranking, respectivamente, à frente da Safrapay.

 

* Por Agência Reuters

>> Panorama