>> Serviços

Escritório de arquitetura Camila Klein investe em BIM

Solução permitiu revisar projetos para detecção e correção de erros, ganhando agilidade e produtividade

Por: Redação, ⌚ 13/11/2018 às 17h08 - Atualizado em 13/11/2018 às 17h08

A arquiteta Camila Klein construiu uma trajetória interessante ao longo de sua carreira. Ainda estudante se desafiou a desenvolver seu trabalho de conclusão de curso saindo do óbvio: fez um projeto para um presídio feminino. A ideia era desenvolver um modelo de detenção que pudesse levar qualidade de vida às detentas.

 

Enquanto estagiava teve várias experiências em construtoras. Em muitos casos, transferia projetos do papel para o AutoCAD tornando-se uma expert no assunto. “Aprendi muitos detalhes do projeto ao fazer a transição da prancheta para o computador e acredito que isso me deu grande base de preparação para fazer a transição de projetos em 2D para 3D anos depois”, afirma Camila.

 

Ao se graduar, a arquiteta teve passagens por diversas empresas, incluindo o renomado escritório Ruy Ohtake, e essa experiência fez com que aprendesse sobre gestão de processos e a encaminhou a trabalhar em uma área pouco explorada até então pelo setor de arquitetura: interiores.

 

Daí para ter seu próprio escritório foram alguns anos e essa mudança a fez aprender sobre gestão, pois como todo empreendedor, era a responsável por tudo nos primeiros momentos de sua empresa. Essa postura de correr riscos a fez dar um novo passo que está consolidando agora: a adoção do BIM (Building Information Modeling) para interiores.

 

“Estava procurando algum “programa mágico” que me ajudasse a fazer a sobreposição de projetos para corrigir erros, o que me daria agilidade, produtividade e que afetasse diretamente minha qualidade de vida”, explica Klein.

 

De acordo com ela, com o BIM a revisão de projetos para detectar e corrigir erros, é muito mais precisa e dinâmica. “Adotamos a AEC Collection pois com este pacote ainda podíamos usar o AutoCAD ao mesmo tempo que migrávamos para o Revit”, afirma a arquiteta.

 

Dois passos foram importantes para esta transição: o primeiro é estudar muito o BIM em si, conselho que Camila dá em todas as suas palestras. O segundo é capacitar os times para a adoção e execução do BIM, e para isso é necessário trazer gente especializada na metodologia.

 

Hoje, o escritório de arquitetura Camila Klein já desenvolve 100% de seus projetos em Revit.  A implantação foi feita em dois meses e em seis meses a diferença na produtividade já podia ser percebida.

 

“A Autodesk tem por objetivo melhorar a vida das pessoas por meio da tecnologia. Nossas ferramentas permitem que pessoas projetem e criem um mundo melhor. Mas não apenas isso: esses produtos propiciam que seus usuários tenham facilidade em imaginar, e projetar esse mundo melhor”, afirma Jose Carlos Yazbek, Head de Vendas da Autodesk Brasil.

 

>> Panorama