>> Serviços

Com banco de dados autônomo, SKY inova, ganha agilidade e reduz custos

Garantir mais proximidade com os cinco milhões de assinantes é outra vantagem que a operadora de TV via satélite prevê alcançar com solução na nuvem

Por: Redação, ⌚ 27/09/2019 às 15h18 - Atualizado em 27/09/2019 às 16h03

Como estratégia para manter a liderança, a SKY que já conta com cinco milhões de assinantes, vem passando por uma transformação digital que favorece seus clientes e diversas áreas. Ao buscar uma solução para garantir um menor tempo de comercialização e menores custos, a SKY escolheu o Oracle Autonomous Database, único banco de dados autônomo do mundo.

 

“Além do alto desempenho, a adoção do Oracle Autonomous Database simplificou os processos e permitiu chegarmos aos nossos clientes com a oferta certa. A SKY espera usar ainda mais a solução e levar toda sua infraestrutura para a nuvem”, afirma André Nazaré, diretor de TI da SKY Brazil. Em menos de um ano do início da migração para a nuvem Oracle, a operadora economizou US$ 750 mil em infraestrutura e operações on-premise de seu banco de dados.

 

A equipe da área da Tecnologia da Informação (TI) deixou de se dedicar às tarefas mais operacionais e básicas, como configurar políticas de backup e de atualizações de segurança para ter foco em temas mais estratégicos para os negócios. “São benefícios que a plataforma traz. Que empresa que tem uma infraestrutura dessas? Quem consegue manter a um custo razoável 60 dias de backup? São vantagens que a nuvem oferece”, acrescentou Nazaré.

 

A eliminação do custo com manutenção de data center próprio, por exemplo, foi outro benefício imediato da migração. O tempo de implantação pela equipe de TI de projetos e de novos serviços aos assinantes também foi reduzido em 90%. O contrato de quatro anos prevê o uso de diversas plataformas e já mostra ótimos resultados nas áreas TI e de Marketing da operadora, levando para a nuvem a plataforma utilizada pela SKY para análise de dados e inteligência de negócio.

 

Nazaré conta que a SKY investe em prover soluções melhores. “Queremos atender melhor nosso cliente de forma que ele usufrua a SKY sem que perceba nosso serviço, se um dia precisar dele. A ideia é atingir o cliente certo com a oferta específica, enviar a comunicação sobre o conteúdo que ele assistiu ou demonstrou interesse em nosso aplicativo, personalização total, conseguir entregar o melhor serviço e não enviar o mesmo conteúdo para todos. Tentamos adivinhar o que o cliente quer antes de ele sequer saber que precisa”, prevê Nazaré.

 

Além de reduzir custos e oferecer agilidade para implantar novas soluções, a adoção da plataforma Oracle traz valor, já que é mais rápida, é melhor e mais simples de administrar. “E você contrata o que pretende usar. Se precisar, pode escalar. Em um evento especial, uma necessidade específica, pode escalar e pagar o quanto usar. E usa exatamente o que precisa. É uma mudança fenomenal. O mindset muda”, afirma Nazaré.

 

 

>> Panorama