>> Saúde

Instituto Brasileiro de Controle do Câncer investe em novo sistema

Tecnologia de gestão hospitalar da Tasy proporcionou melhores processos, organização e confiabilidade das informações

Por: Redação, ⌚ 19/06/2017 às 16h43 - Atualizado em 19/06/2017 às 17h09

Para apoiar o fluxo de atendimento do paciente oncológico, o Instituto Brasileiro de Controle do Câncer – IBCC investe em inovação constantemente. A última grande novidade foi a escolha do sistema de gestão em saúde Tasy para viabilizar a gestão por processos, redesenhar a linha do cuidado e organizar a distribuição dos serviços com mais confiabilidade da informação.

 

“Estamos buscando transformar dados em informação estratégica de qualidade e, com isto, melhorar ainda mais a assistência ao nosso paciente, elevando o padrão de qualidade do IBCC como um todo. Por isto escolhemos o Tasy”, comenta Dr. Paulo Angelis, diretor de Negócios e Gestão Médica Estratégica do IBCC.

 

O IBCC realiza hoje mais de 58 mil atendimentos por mês voltados exclusivamente para a área de Oncologia. O instituto tem dado atenção especial para o câncer de mama. Uma prova desse esforço são os resultados já alcançados pela importante campanha “O Câncer de Mama no alvo da Moda”, encabeçado pelo IBCC e que reforça os objetivos da instituição em melhorar a vida dos pacientes oncológicos em todo o Brasil. A atuação do IBCC no combate ao câncer foi fator primordial para a escolha do sistema Tasy para a gestão do hospital.

 

De acordo com Cléber Renato, coordenador de TI da entidade, a definição pela compra do sistema Tasy foi um processo realizado dentro do IBCC com a participação de todos os gestores de maneira colegiada. “Entendemos que o sistema Tasy é o que está melhor preparado para o negócio de oncologia. Suas integrações sistêmicas facilitam as equipes multiprofissionais nos processos burocráticos do dia a dia, ao mesmo tempo que a inovação tecnológica aplicada dentro das lógicas do sistema ajuda a visualizar de forma clara os processos, colaborando para agilidade de todos os processos do hospital”.

 

Segundo ele, a instituição está sempre em busca de melhores resultados por meio das melhores práticas em saúde. Nesse sentido, essa iniciativa tem ajudado na busca pela visão de futuro, uma vez que a tecnologia possibilita a interação entre os processos e a redução das variações, além do benchmarking das melhores práticas (to be). “Com isso, teremos a visão holística dos serviços ofertados para tomadas de decisão assertivas” finaliza.

 

>> Panorama