>> Mercado

Você sabe como guardar os dados do seu negócio?

O armazenamento em nuvem permite a aquisição de infraestrutura de TI de acordo com as necessidades da companhia

Por: Redação, ⌚ 13/09/2019 às 16h31 - Atualizado em 13/09/2019 às 16h31

Antes de responder essa pergunta, é necessário analisar um ponto crucial: o dado. Atualmente, os dados são bens valiosos e estimados pelas empresas, já que eles direcionam negócios, estratégias e até produtos, moldando os caminhos para a transformação digital. Hoje em dia, com a explosão de informação que as empresas precisam lidar e a necessidade de manter esses dados seguros, é necessário adequar as diversas opções de serviços de tecnologia à correta necessidade das companhias. Diferentemente dos anos anteriores, o mercado atual disponibiliza vários tipos de serviços e provedores.

 

 

Dados da consultoria global Research And Markets revelam que, somente na América Latina, espera-se um crescimento de ao menos 11% no investimento em data centers no período entre 2018-2023, com receita de cerca de US$ 316 milhões até 2023. Existe uma tendência em que as empresas investem em tecnologia de ponta para se adequarem a uma nova realidade de serviços. Eles são focados nos clientes e com customização de acordo com a necessidade de cada pessoa. Á IoT, Inteligência Artificial, big data e o já não tão distante 5G. No final, sempre será necessária uma infraestrutura para armazenar todos os dados gerados. Entre as opções disponíveis estão o Colocation, o Hosting, o Could e o Multicloud. Independentemente do tipo de serviço adotado, é importante lembrar que o dado, por mais camadas de abstração que tenha, sempre estará armazenado em um data center.

 

 

Aqueles que já possuem data centers por vezes enfrentam problemas de espaço para aumentá-los. Se a demanda é essa, mesmo que não seja uma solução definitiva, o mais indicado é o serviço de Colocation. Nessa prática, as empresas alugam esse espaço já preparado e constroem nele um ambiente com seus equipamentos particulares, compartilhando custos de banda, conexão, espaço para dados, custos elétricos, entre outros, com o provedor do serviço. Quando a necessidade da empresa é maior flexibilidade, o serviço de cloud computing é o mais indicado. O armazenamento em nuvem permite a aquisição de infraestrutura de TI de acordo com as necessidades da companhia, além da comodidade de se acessar os dados de qualquer lugar.

 

 

Por fim, para empresas que precisam investir apenas em hospedagem em um espaço determinado e fixado, a melhor opção é o tradicional hosting. Esse serviço hospeda aplicações, soluções de tecnologia da informação ou ativos, além de gerenciar tarefas de manutenção para garantir o bom funcionamento do ambiente. Ele é oferecido nas formas dedicada e compartilhada.

 

 

Como essa escolha pode custar caro a longo prazo, é importante realizar uma análise mais profunda sobre a realidade de cada empresa. Para uma maior assertividade, os fornecedores desses serviços, usualmente, disponibilizam analistas que estudam a estrutura e qual a melhor solução para o que for necessário. Se a companhia já apresenta problemas com limitações de espaço físico ou não consegue garantir a segurança dos dados, muitas vezes sensíveis, é preciso iniciar essa mudança o quanto antes, principalmente para aqueles que buscam a transformação digital de seus negócios.

>> Panorama