>> Mercado

Unisys mira nova base de clientes

Companhia fecha o terceiro trimestre fiscal de 2017 com crescimento de 40% para a América Latina e um acréscimo de 30% em novos clientes na comparação com igual período do ano passado

Por: Redação, ⌚ 06/12/2017 às 16h38 - Atualizado em 06/12/2017 às 16h38

A Unisys fechou o terceiro trimestre fiscal de 2017 com um crescimento de 40% para a América Latina. Segundo Mauricio Caetano, CFO LATAM da companhia, a meta é diversificar cada vez mais a base de novos clientes, apesar da alta taxa de renovação de contratos, em torno de 95%. Perto de completar um centenário de atuação no País, a empresa reafirma seu compromisso em investir em tecnologias que alavanquem o business e aumentem a eficiência operacional delas.

 

Durante encontro realizado hoje (06) com jornalistas, em São Paulo, Eduardo Almeida, presidente da Unisys para a América Latina, frisou a importância da unidade local para a companhia. A região representa 13% do faturamento mundial, sendo a segunda maior operação da organização, atrás apenas dos Estados Unidos. Atualmente, o País tem mais de 1500 colaboradores e mais de 200 clientes, entre os quais estão instituições financeiras, varejistas, teles e instituições do setor público.

 

Com a conquista de novos projetos nas áreas de cloud computing, segurança, infraestrutura e soluções específicas para Varejo, Finanças, Transporte Aéreo e Governo em países como Brasil, Colômbia, México, Argentina e Costa Rica, a companhia apresenta uma média 30% maior na conquista de novos clientes na comparação com o mesmo período de 2016. Entre os novos clientes nacionais estão o grupo DPSP (Drogaria Pacheco e Drogaria São Paulo), Nexa Resources e HP Inc. A companhia continuará investindo significativamente em serviços, setor responsável hoje por cerca de 87% da receita. Os 13% restantes são provenientes de Tecnologia.

 

De maneira geral, o presidente da Unisys acredita que 2017 foi um bom ano para a empresa, de crescimento e principalmente no processo de aculturamento em relação à transformação digital. “Apesar de desafiador, foi um ano importante para a companhia, que se manteve em linha com as principais tecnologias e inovações que transformam a forma de fazer negócios e guiam as empresas rumo à transformação digital”, disse.

 

 

>> Panorama