>> Mercado

Think IT anuncia nova divisão de Healthcare

Empresa nasce para atender o mercado de operadoras de saúde e hospitais. Meta é atingir um faturamento de R$ 12 milhões até dezembro de 2020

Por: Redação, ⌚ 17/12/2019 às 15h13 - Atualizado em 17/12/2019 às 15h13

A Think IT anuncia o lançamento da Divisão de Healthcare, unidade de negócios dedicada ao atendimento de clientes da área de saúde, como operadoras de planos e hospitais.

 

O “embrião” da nova unidade começou a ser gerado em 2012, quando a Think foi contratada para atender uma das unidades do Grupo Unimed, com a venda de infraestrutura de TI. O trabalho cresceu e exigiu a presença de uma equipe dedicada in house. No ano passado, a companhia fez a consolidação do projeto, para um ambiente totalmente otimizado, com gerenciamento online e 100% de disponibilidade.

 

“Essa vivência aprofundada do segmento de saúde nos deu autoridade junto ao setor para desenvolvermos soluções inovadoras de TI para a área de Healthcare, tornando-nos uma referência junto aos principais players do setor”, explica Antônio Cruz, diretor executivo da Divisão Healthcare.

 

Autoridade e solução customizada

 

Da experiência na vertical de Saúde surgiu a oportunidade para atender outras empresas do setor e a empresa decidiu investir R$ 1,5 milhão no lançamento de uma nova divisão de negócios.

 

Entre os principais planos da Think para a nova divisão está oferecer um pacote de serviços de outsourcing, com terceirização total ou de parte da estrutura do ambiente de TI do cliente, em atendimento e suporte; NOC de monitoramento, com resguardo do ambiente 24×7; solução de segurança de dados, baseada em compliance e LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados); CDN e e-learning, sendo possível ao cliente adquirir todo o pacote de soluções ou o serviço desejado.

 

“O principal diferencial da Think é o conhecimento, e isso fica muito transparente quando abordamos nosso potencial cliente. Entendemos a dor dele e conseguimos propor a melhor arquitetura de solução para resolver o problema”, ressalta Cruz. Para fazer isso, o executivo persegue a autoridade e conhecimento do setor. Ele explica que tem analistas em sua equipe especializados em softwares do sistema de saúde, como o Tasy, por exemplo. “O objetivo é prestar um serviço técnico, falando a própria linguagem do segmento, com agilidade e maestria”.

 

As perspectivas para o crescimento da nova área são grandes. A Think quer se posicionar como a companhia que oferece a melhor qualidade de prestação de serviços de TI para o setor de healthcare do mercado nacional. A partir de 2020, Cruz também começa a mirar o segmento de hospitais, operadoras de planos de saúde, clínicas etc., e prevê faturar R$ 12 milhões até dezembro de 2020.

>> Panorama