>> Mercado

Linx registra alta de 15,7% em receita líquida no quarto trimestre de 2018

Iniciativas de Linx Digital e Linx Pay Hub mantiveram trajetória
de crescimento da empresa

Por: Redação, ⌚ 21/02/2019 às 11h03 - Atualizado em 21/02/2019 às 11h03

A Linx fechou o quarto trimestre de 2018 com receita operacional bruta de R$209,8 milhões. O indicador é fruto da combinação das receitas recorrente e de serviços. No quarto trimestre do ano passado, a receita recorrente atingiu R$170 milhões, 15,3% maior do que o mesmo período de 2017 e equivalente a 81% da receita bruta total.

 

Já a receita operacional líquida da empresa foi de R$182,1 milhões, o que representou um aumento de 15,7% quando comparado ao quarto trimestre de 2017. O EBITDA chegou a R$45,7 milhões no trimestre, 16,3% maior em comparação ao 4T17 ajustado e 9,6% superior em relação ao terceiro trimestre de 2018 ajustado. A margem EBITDA ajustada no período foi de 25,1%, enquanto o lucro líquido foi de R$18,5 milhões.

 

“Observamos no 4T18 um aumento sequencial do Índice de Confiança do Comércio (ICOM) a partir do mês de outubro (+3,8% vs. setembro/18), atingindo em dezembro seu maior patamar desde abril de 2013”, afirma Pedro Moreira, CFO e diretor de Relações com Investidores da Linx. Segundo ele, outro ponto que foi a favor da Linx foi a Black Friday: “nossas ferramentas digitais contribuíram significativamente para a Black Friday de 2018 – foram 380 mil buscas por minuto e 2 milhões de recomendações por minuto”. De acordo com o eBit/Nielsen, a sexta-feira promocional teve um desempenho 25% superior em relação à mesma data em 2017.

 

O executivo comemora ainda os resultados da integração de canais que a Linx oferece ao varejo. “Também tivemos o primeiro varejista da nossa base de clientes com todos canais integrados ao OMS (Order Management System) e uma operação 100% Omnichannel. Vale destacar que já temos um pipeline de aproximadamente 8 mil lojas contratadas para implantar essa solução ao longo de 2019 e 2020. Além disso, outras iniciativas de Linx Digital e Linx Pay Hub (ex. TEF e Linx Pay) mantiveram sua trajetória de crescimento e cada uma já representa cerca de 13% da receita recorrente”. Ele ressalta, no entanto, que “apesar de positivo, o aumento do nível do índice de confiança do comércio é somente o primeiro passo para uma retomada do investimento dos varejistas. Dessa forma, terminamos o ano com crescimento de receita recorrente de 15,3%, porém ainda sem aceleração do crescimento orgânico.”

 

>> Panorama