>> Mercado

Citrix lança serviço de análise de desempenho para aplicações

Solução combina inteligência e experiência para oferecer desempenho superior do sistema e aumentar envolvimento, produtividade e satisfação dos colaboradores

Por: Redação, ⌚ 17/01/2020 às 10h12 - Atualizado em 17/01/2020 às 10h12

Antigamente, para se analisar o desempenho do sistema bastava focar no monitoramento de velocidades e feeds. Hoje, porém, entender a experiência do usuário é fundamental. E, para ajudar as empresas nisso, a Citrix Systems, Inc anuncia o lançamento do Citrix Analytics for Performance, um serviço de próxima geração que vai além do monitoramento da infraestrutura do servidor e permite que os administradores de TI identifiquem problemas de desempenho em nível individual  do usuário e resolva-os proativamente, o que oferece uma experiência superior para manter os colaboradores engajados e produtivos. O lançamento ocorreu durante o Citrix Summit, realizado nesta semana em Orlando (EUA).

 

“Os colaboradores modernos esperam experiências semelhantes ao consumidor ao acessar suas aplicações corporativas. Eles têm tolerância zero a um desempenho ruim do sistema, o que acaba os atrasando”, disse Steve Wilson, vice-presidente de Produtos para Ecossistema e Análises de Espaço de Trabalho da Citrix. “Com o Citrix Analytics for Performance, o TI pode ter uma visão clara da experiência do usuário final e da saúde das aplicações em que eles confiam nos Virtual Apps e Desktops da Citrix e para fornecer uma experiência consistente e confiável, que gera satisfação aumentada e produtividade aprimorada”.

 

Melhorando o UX

 

Ao usar um mecanismo proprietário de machine learning que integra a telemetria em tempo real dos Citrix Virtual Apps e Desktops, o Citrix Analytics for Performance quantifica a experiência do usuário em um “UX Score” exclusivo, levando em consideração não apenas o desempenho da máquina, mas também os itens que afetam o acesso à aplicação, como tempo de login do usuário, latência e até a estabilidade da rede. Usando essa pontuação, os administradores de TI podem:

 

  • Descobrir rapidamente uma queda no desempenho e identificar as causas principais;
  • Reduzir as chamadas ao suporte técnico relacionadas a problemas de desempenho de aplicativos;
  • Identificar facilmente grupos de usuários ou locais de negócios específicos que estejam com um desempenho ruim;
  • Acompanhar tendências de desempenho e anomalias da experiência do usuário;
  • Escalar efetivamente ambientes com base no uso e na carga reais;
  • Avaliar e relatar holisticamente o desempenho do sistema e a experiência do usuário.

 

“A percepção e a inteligência da experiência do usuário são críticas, pois as empresas fornecem acesso seguro e consistente às aplicações e dados em qualquer dispositivo”, disse Mark Bowker, analista-sênior do Enterprise Strategy Group. “A chave para fornecer essa experiência perfeita é ter visibilidade contínua dos sistemas e aplicações de rede para identificar e mitigar rapidamente os problemas antes que eles afetem a produtividade”.

>> Panorama