>> Mercado

Angola Cables e China Telecom expandem conectividade digital

Transmissão e latência entre China, África do Sul, Angola e Brasil serão significativamente melhoradas

Por: Redação, ⌚ 20/05/2020 às 13h16 - Atualizado em 20/05/2020 às 13h17

A Angola Cables foi selecionada pela China Telecom Global como operadora preferencial para reforçar os seus serviços de conectividade para longas distâncias entre Ásia, África e América Latina.

 

Por meio de cooperação conjunta, as duas companhias preparam-se para lançar uma rota de transmissão expressa para conectar três países dos BRICS: China, África do Sul e Brasil. A China Telecom Global poderá agora estender seu alcance em todo o planeta através da infraestrutura da Angola Cables, que inclui os cabos submarinos de fibra ótica SACS, WACS e Monet, uma rede robusta e de alta capacidade, além dos Pontos de Presença (PoP’s) e Data Centers na África e América Latina – como é o caso do Data Center AngoNAP localizado na Praia do Futuro em Fortaleza (CE).

 

As organizações também estabeleceram um acordo de interconexão de rede na África do Sul e, aproveitando suas capacidades avançadas de rede, a transmissão e a latência entre China, África do Sul, Angola e Brasil serão significativamente melhoradas.

 

Na economia digital em constante evolução dos dias de hoje, o compartilhamento de conteúdo e troca de dados se tornaram vitais para todos os mercados.

 

Com uma ampla cobertura e capacidade de rede, a iniciativa representa não apenas posicionamento estratégico para as duas companhias na África, como também fornece uma rota digital altamente eficaz e confiável para conectar leste e o oeste.

 

“Utilizando a nossa rede avançada de cabos submarinos WACS, SACS e Monet, podemos oferecer um roteamento mais directo de tráfego e dados entre os mercados do Oriente e os mercados em rápida expansão da América Latina e para os movimentados centros de tráfego de IP em todo o mundo e possivelmente agregar mais conteúdos Cloud para os nossos Angonap Data Centers”, disse CEO da Angola Cables, António Nunes.

 

A China Telecom Global, de forma conjunta com seus parceiros, está comprometida em consolidar um ecossistema de alta qualidade e uma rede global que ofereça recursos de roteamento internacionais confiáveis e diversificados. Por meio da atual infraestrutura de rede, e aproveitando os recursos e o potencial do SACS, os clientes da multinacional chinesa podem desfrutar de uma velocidade de baixa latência, segura e econômica de 156 ms, conectando Joanesburgo a São Paulo.

 

“Com a nova rota expressa transcontinental, podemos atender melhor à crescente demanda por conectividade digital e interações comerciais entre Ásia, África e América do Sul – incluindo os países do BRICS”, disse Changhai Liu, Diretor da China Telecom (África e Oriente Médio) Limited.

 

 

 

>> Panorama