>> Indústria

Engineering agiliza processos de campo da RCM

Empresa digitaliza o envio e o recebimento das informações das equipes alocadas em clientes por meio do SmartQuestion, solução voltada à processos de serviços em campo da Engineering

Por: Redação, ⌚ 17/03/2020 às 15h02 - Atualizado em 18/03/2020 às 15h35

A RCM precisava elevar sua produtividade por meio da digitalização das suas tarefas em campo. Com o objetivo de inovar o envio e o recebimento das informações do seu time alocado nos clientes, a Engineering do Brasil desenvolveu um projeto orientado pela metodologia Data Driven para levar agilidade à RCM Locação de Máquinas e Equipamentos, que precisava se manter competitiva no mercado.

 

A solução adotada foi o SmartQuestion, desenvolvida pela Engineering para a digitalização de processos dos serviços em campo, que coleta e armazena, de forma estruturada e na nuvem da Google, as informações. A tecnologia substituiu o preenchimento de formulários em papel pela equipe alocada em clientes, contendo as informações do seu atendimento – como as horas trabalhadas e as ordens de manutenção, passando a ser apontado em tempo real via tablet. Esse processo de Transformação Digital eliminou as planilhas transcritas pelos profissionais do escritório, evitando a morosidade e os erros, como a falta e a duplicidade de informações.

 

“A rapidez no recebimento das informações nos garantiu agilidade na tomada de decisões, já a eliminação dos papéis e planilhas nos permitiu realocar os profissionais que realizavam atividades repetitivas e manuais para a função de análise de dados, o que resultou em eficiência operacional”, comenta Vanessa Bicalho, coordenadora de desenvolvimento da RCM.

 

Com uma operação descentralizada devido aos funcionários alocados em clientes espalhados pelo Brasil, a empresa demorava para receber as informações dos atendimentos realizados em outros estados. Apontamentos como: ordens de manutenção, controle de horas e de produção, além de dados relacionados à segurança, atrasavam para chegar, prejudicando a agilidade na tomada de decisões.

 

Com mais de 100 usuários cadastrados na plataforma, dentre eles motoristas e operadores, toda a empresa foi impactada pela digitalização dos processos em campo. Essa mudança demandou treinamento e capacitação dos profissionais, que não estavam adaptados à tecnologia. “Digitalizar os processos operacionais possibilitando aos colaboradores o acesso à tecnologia, para nós, significa a ascenção e a valorização da equipe. Foi necessária uma mudança cultural e estrutural na empresa, mas evoluímos junto aos profissionais e, hoje, a equipe não se imagina sem a ferramenta”, pontua Vanessa.

 

“O sistema é intuitivo e fácil de utilizar. Além disso, a digitalização dos processos também reduziu custos operacionais da prestadora de serviços, trazendo o modelo paperless à nova realidade”, finaliza James Cisnandes Jr., head de Agribusiness da Engineering do Brasil.

>> Panorama