>> Indústria

Eletrobras Distribuição Amazonas fecha parceria com a Siemens

Totalmente automatizada e com o uso de recursos de digitalização, automação e eletrificação, futura usina contará com o melhor da tecnologia Siemens e beneficiará cerca de 80 mil habitantes do município amazonense

Por: Redação, ⌚ 24/04/2018 às 10h32 - Atualizado em 24/04/2018 às 10h32

A Siemens acaba de entregar a primeira turbina a vapor destinada ao projeto de construção da usina termelétrica (UTE) em ciclo combinado no município de Coari, a terceira maior cidade do Amazonas. O acordo, cujo contrato é de R$ 470.779.910,00, foi firmado no ano passado entre o Consórcio Energia do Amazonas – formado pela Guascor do Brasil e a Dresser-Rand do Brasil, pertencentes ao Grupo Siemens – e a Eletrobras Distribuição Amazonas.

 

Construído em aproximadamente 210 dias, o equipamento saiu da fábrica de Jundiaí – considerada um dos principais hubs de soluções de energia da América Latina, e fez um percurso de 4.000 quilômetros de estrada e fluvial até chegar na usina, em Coari. A usina de Coari contará com o melhor da tecnologia Siemens produzida no Brasil e no mundo. Os equipamentos Siemens da planta são oriundos de diversas partes do mundo, como turbinas a gás fabricadas na Inglaterra, turbina a vapor produzida em nossa fábrica no Brasil (Jundiaí) e a integração (skids) em Houston (EUA).

 

“Com esse projeto, a Siemens se consolida como uma das principais referências do setor ao construir a primeira usina termelétrica em região isolada da malha elétrica nacional a utilizar uma avançada configuração de turbinas a gás e a vapor em ciclo fechado, compreendendo também soluções da companhia em eletrificação, automação e digitalização”, ressalta Yuri Sanches, Diretor Geral da Guascor do Brasil, empresa do grupo Siemens.

 

Com esse compromisso entre as duas companhias, estão previstos, contratualmente, o fornecimento de 23.4 MW por 12 anos e atendimento a cerca de 83 mil habitantes da região, já que ocorrerá geração e fornecimento de energia confiável de qualidade. Dessa forma, desenvolve-se a economia local, possibilitando a geração de empregos e melhoria à qualidade de vida da população.

 

O consórcio é um Produtor Independente de Energia – PIE, e venceu o processo licitatório realizado por meio do leilão nº 02/2016, promovido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), 2ª etapa (Grupo A/Lote 1). A usina tem prazo de execução de 12 meses. As obras já foram iniciadas em dezembro de 2017.

 

“Por meio desta entrega concluímos parte do projeto. Estamos dentro do prazo previsto, consolidando o know how da Siemens e a comprovada experiência da Guascor na gestão e operação de usinas elétricas em regiões isoladas do país, assegurando uma energia confiável e de qualidade, a um custo vantajoso para o projeto Coari e para a população do Amazonas”, acrescenta Sanches.

>> Panorama