>> Governo

Toccato lança produto de BI voltado a prefeituras

Solução Olhar 360 tem como objetivo apoiar a gestão pública no controle de gastos, bem como na melhor aplicação dos recursos

Por: Redação, ⌚ 21/08/2017 às 15h32 - Atualizado em 21/08/2017 às 15h32

O Brasil possui no total mais de 5 mil municípios que, para continuarem a receber os recursos de origem federal, são obrigados a enviar mensalmente seus dados operacionais para Ministérios como Saúde e Educação. Contudo, poucos deles conseguem transformar os dados que enviam em informações úteis para gestão. É justamente com o intuito de extrair esses dados e os transformar em inteligência para apoio na gestão pública, que a Toccato, distribuidora Qlik no Brasil, criou o Olhar 360. A partir da prestação de contas dos municípios, a ferramenta que utiliza tecnologia Qlik, possibilita a extração desses dados e transforma-os em informações exibidas em painéis de análise com gráficos de fácil navegação e que podem ajudar o gestor público a responder qualquer pergunta imprevista sobre os dados de forma instantânea. Assim, é possível melhorar a qualidade do gasto público e fazer mais pelo cidadão.

 

O primeiro setor a receber a facilidade é o de Saúde. A fonte primária de extração é o DATASUS. “Muitas prefeituras transmitem os dados ao governo federal, porém, não conseguem interpretá-los, por falta de pessoal ou por não ter uma ferramenta dinâmica como o Olhar 360. Para a área da saúde, por exemplo, é possível fazer qualquer pergunta sobre as internações hospitalares e atendimentos ambulatoriais, inclusive avaliando quantos pacientes de outros municípios estão procurando atendimento e quanto está sendo gasto com eles. Também conseguimos saber em que hospitais ou postos de saúde estão os equipamentos de diagnóstico e tratamento, tais como mamógrafos, tomógrafos, raios-x, entre outros”, comenta Gilberto Costa, Diretor de Inovação e Gestão do Conhecimento da Toccato.

 

Apesar de o produto ser de grande representatividade para os gestores municipais nas prefeituras, a partir do momento que os recursos são aplicados de forma mais eficiente e melhor direcionados, o benefício se estende à toda população. “Os cidadãos ganham muito com a questão da agilidade, mesmo que você hoje tenha um governante que faça um bom trabalho no manejo dos recursos públicos, este tipo de informação provida pelo Olhar 360 vai dar embasamento para decisões muito mais ágeis. Como exemplo, nós enfrentamos épocas de verão com surtos de dengue. Se o gestor analisar todos os aspectos, ele vai conseguir enviar informações assertivas ao Ministério da Saúde e saber qual recurso adicional vai precisar”, afirma Euler Barbosa, Diretor de Consultoria e Serviços da Toccato. O executivo alerta ainda que o benefício social vai até para a possibilidade de criação de campanhas preventivas contra doenças ou a identificação de epidemias com muito mais rapidez.

 

A Toccato atua hoje em mais de 120 órgãos públicos pertencentes a todas as esferas de poder e esse know-how foi um grande aliado na construção de um produto voltado para as prefeituras, juntamente com a expertise dos funcionários envolvidos. A próxima fase do Olhar 360 será focada em Educação e a previsão é que esteja pronta para uso até o final do ano. Logo depois, o produto que visa atender todos os segmentos que englobam a gestão pública avança para os demais setores. Outros órgãos, como veículos de imprensa também podem ter acesso aos dados, desde que adquiram a ferramenta. Neste caso, os dados serão úteis para a produção de reportagens e acompanhamentos da gestão pública, por exemplo.

 

Com o lançamento do Olhar 360, a Toccato pretende mostrar para os prefeitos que é possível ter acesso a informação pronta para análise, e não somente dados. “Queremos criar uma cultura de utilização da informação. Mostrar que as análises visuais podem ser aplicadas à gestão pública de forma a quebrar paradigmas e otimizar a administração dos recursos”, pontua Euler.

 

As prefeituras municipais são o menor nível da cadeia de gestão pública, e por isso, ao desenvolver o produto, diversos aspectos foram levados em consideração para que a ferramenta fosse inclusiva em todos os âmbitos. “Nós temos que ter em vista que quando falamos de prefeitura, temos que englobar desde São Paulo, a maior cidade do país, até municípios menores, que mal tem acesso à internet. Por isso, apesar de computação em nuvem ser a grande tendência corporativa, o Olhar 360 pode ser baixado e instalado localmente. Também serão ministrados treinamentos online para que todos saibam utilizar a ferramenta da forma mais eficiente. Além disso, o preço será bastante acessível por ser uma assinatura anual na qual a prefeitura receberá os painéis com novas informações a cada mês”, finaliza Gilberto.

 

>> Panorama