>> Governo

Detran-DF adota Carteira Nacional de Habilitação Digital

Para ter acesso ao documento, o motorista deve possuir habilitação impressa com QR Code

Por: Redação, ⌚ 23/11/2017 às 14h29 - Atualizado em 23/11/2017 às 14h29

Com o objetivo de oferecer mais segurança e comodidade aos condutores brasilienses, o governo do Distrito Federal e o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF), em parceria com o Denatran e o Serpro, lançaram a Carteira Nacional de Habilitação Digital no DF.

 

Entre as principais vantagens da CNH Digital estão a praticidade e a segurança, já que o documento eletrônico armazena dados em QR Code, dentro de um sistema criptografado de acesso às informações. “O código bidimensional é um item de segurança que já está presente, desde maio, nas novas carteiras de motorista impressas e, agora, no documento digital com um sistema bastante seguro. Para visualizar a CNH no aplicativo, é preciso ter uma senha pessoal de quatro dígitos e todos os dados do motorista são assinados digitalmente”, ressaltou a diretora-presidente do Serpro, Glória Guimarães.

 

Para o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, a CNH Digital é uma grande conquista para a população brasiliense. “A capital federal tem que ser, sim, vanguarda de novas tecnologias que propiciem maior comodidade à população. A CNH Digital é mais um passo importante de modernização que garante portabilidade, segurança e praticidade a toda população de Brasília. Agradeço a parceria com o Serpro, essa importante empresa pública, que demonstra como a TI pode ser utilizada em benefício do cidadão”, destacou Rollemberg.

 

O Detran-DF é o segundo órgão de trânsito do País a adotar a CNH digital. O primeiro foi o de Goiás. Atualmente, mais de 200 mil condutores de veículos do DF, que já possuem a CNH em papel com QR Code no verso, podem solicitar suas carteiras digitais. Para o diretor-geral do Detran-DF, Silvain Fonseca, o documento vai facilitar o dia a dia da população do DF, que acaba de ganhar uma forma inovadora, prática e segura de se identificar em qualquer ponto do País utilizando o celular. Segundo o diretor, inicialmente a carteira digital não terá custos aos motoristas.

 

O DF possui mais de 1,5 milhão de condutores de veículos que, até 2022, poderão estar com suas carteiras digitais, uma vez que a CNH tem validade de cinco anos. Neste ano, até o mês de outubro, já foram emitidos quase 330 mil documentos no DF, uma média de 33 mil por mês, e, no Brasil, um total de 14,6 milhões.

 

“É uma satisfação para o Serpro poder participar desse momento. Como empresa de desenvolvimento de soluções tecnológicas, temos como principal missão aproximar o governo do cidadão. Neste contexto, temos hoje mais um marco, que demonstra o alinhamento do governo federal com estados e municípios para oferecer cada vez mais melhores serviços ao cidadão”, afirmou o diretor de Relacionamento com Clientes, André de Cesero.

 

Procedimento

 

O aplicativo da CNH digital já está disponível gratuitamente para download na Google Play e App Store. Para ter a carteira eletrônica, o motorista deverá obrigatoriamente possuir uma habilitação impressa com QR Code, além de estar com os dados devidamente atualizados no sistema do Detran-DF, principalmente, o e-mail e o telefone celular com DDD, no qual será visualizada a CNH digital.

 

>> Panorama