>> Finanças

Itaú Unibanco promove batalha de dados focada em dados

Instituição criou uma espécie de hackathon interno a fim de desenvolver soluções inovadoras como uso de dados

Por: Redação, ⌚ 22/06/2018 às 16h43 - Atualizado em 22/06/2018 às 16h43

Com o objetivo de inovar, experimentar e estimular a cultura orientada a dados, o Itaú Unibanco criou a Batalha de Dados, uma espécie de hackathon interno para criar soluções disruptivas baseadas em dados, abordando diversos desafios reais dos negócios do banco.

 

A Batalha de Dados é um encontro que reúne, durante alguns dias, diversos talentos de diferentes áreas do banco, que devem desenvolver soluções para os desafios propostos a cada edição por meio de equipes multidisciplinares. Ao fim dos quatro dias, os grupos apresentam suas ideias em pitches de 4 minutos para uma banca avaliadora, composta por executivos das áreas de Tecnologia e de Negócios do banco, além de convidados externos.

 

A cada edição, os participantes têm a oportunidade de conhecer mais sobre os dados, ferramentas e capacidades analíticas mais avançadas, o que permite uma maior adoção, engajamento e possibilidade de ampliar a geração de valor nas próprias áreas de atuação.

 

Até agora, já foram realizadas sete edições, contemplando os mais diversos desafios, entre eles: como entender o melhor contexto do cliente para melhorar a comunicação e fazer a melhor oferta do programa de fidelidade dos seus cartões de crédito.

 

“Diante da digitalização do mercado, é fundamental entender como tangibilizar e, consequentemente, gerar valor aos nossos clientes por meio da análise de dados. A Batalha de Dados é uma das nossas principais iniciativas para colocar em prática temas como a inovação, a tecnologia e a transformação digital, uma das nossas principais premissas”, explica Estevão Lazanha, diretor do Itaú Unibanco.

 

A Batalha de Dados faz parte da estratégia do Itaú Unibanco de alavancar a cultura data-driven e trazer diferencial competitivo ao negócio.

 

 

>> Panorama