>> Destaque - Mercado

Motorola Solutions anuncia recursos de reconhecimento de placas

Inteligência de análise em tempo real foi adicionada ao WatchGuard 4RE para melhorar a segurança dos policiais em abordagens no trânsito

Por: Bruno Silva, ⌚ 06/03/2020 às 18h56 - Atualizado em 06/03/2020 às 19h01

A Motorola Solutions recebeu a imprensa na tarde desta quinta-feira (05) para um encontro anual a fim de anunciar os novos recursos de análise de vídeo para segurança pública. O reconhecimento automático de placas (ALPR) agora faz parte do sistema de vídeo para veículos da WatchGuard 4RE.

 

Os novos recursos ALPR, integram-se aos sistemas de vídeo WatchGuard 4RE e fornecem inteligência em tempo real em viaturas e salva as imagens captadas na nuvem. Destinado ao uso em abordagens policiais no trânsito, os recursos do ALPR permitem leitura da placa e consulta de bancos de dados para determinar se o veículo é roubado ou se está associado a um mandado pendente. Essas informações críticas servem como base para a abordagem durante esse tipo de ação, com o objetivo de ajudar a melhorar a segurança do policial durante sua rotina de trabalho.

 

A solução também pode ajudar a prevenir crimes, já que a câmera tem uma duração de 12 horas para uma gravação. Segundo a Associação Internacional de Chefes de Polícia, 97% dos ladrões de carros são acusados ​​de outros delitos, muitas vezes cometidos enquanto utilizam o veículo roubado. O uso dos novos recursos da ALPR para identificar carros roubados pode ajudar a impedir esses crimes adicionais.

 

“Com recursos de análise de dados fornecemos informações em tempo real antes que os policiais saiam da viatura. Dessa forma, eles conseguem prever se será uma abordagem rotineira de trânsito ou se é algo potencialmente mais sério”, afirma John Kedzierski, vice-presidente sênior de Soluções de Segurança de Vídeo da Motorola Solutions.

 

Elton Borgonovo, presidente da companhia no Brasil, destacou os resultados de vendas da Motorola no ano de 2019. No mundo a empresa alcançou 7,9 bilhões de dólares no último ano e adquiriu três importantes empresas, a VaaS (reconhecimento de placas), Avtec (consoles de despacho) e a WatchGuard (câmeras veiculares e junto ao corpo e software para gerenciamento de evidências).

 

Vale ressaltar que a Motorola teve um crescimento de aproximadamente 700 milhões de dólares nas aquisições dessas importantes empresas. “Estamos bastante otimistas para os próximos anos e principalmente pela oportunidade de crescer com novas soluções, como rádio comunicação, comunicação de voz e comunicação de dados, sempre foi o principal negócio da Motorola e com as aquisições que fizemos a gente abre um novo mercado”, concluí o presidente da companhia.

 

Case de sucesso

 

A Klabin escolheu o sistema de rádio digital MOTOTRBO da Motorola Solutions para sua rede de monitoramento e comunicação de recursos nas plantas de Puma e Monte Alegre, localizadas no Paraná.

 

Para conectar as regiões florestais aos centros de comando da Klabin, foi implementado um sistema MOTOTRBO Linked Capacity Plus com repetidoras SLR5100 e DGR6175 em seis estações repetidoras de sinal nas plantas de produção da empresa.

 

No total, existem mais de 700 rádios em campo, com comunicação de áudio clara e instantânea e posicionamento preciso do GPS. Os softwares SpeedTRUCK e SpeedDATA, juntamente com a solução TRBOnet PLUS, permitem o envio e o registro de comunicações em toda a rede da empresa.

 

“O sistema de comunicação digital, implantado pela Lithus, é confiável e econômico, oferecendo infinidade de possibilidades de transmissão de dados”, afirma Lucas Vinicius dos Santos, responsável pelo projeto da Klabin.

 

O sistema monitora uma frota de 300 caminhões e 30 guindastes usados em operações florestais. São 300 mil pontos de GPS gerados e armazenados no banco de dados todos os dias e 380 mil chamadas PTT (push-to-talk) são realizadas todos os meses. Esses dados coletados permitem que a Klabin realize análises de dados e otimize rotas de caminhões, bem como a distribuição de guindastes. Como resultado, a empresa pode reduzir os custos de combustível e manutenção e maximizar a eficiência dos ativos.

 

 

>> Destaques