>> Destaque - Finanças

AndBank inova no segmento de private banking com plataforma de serviços digital na nuvem

Com apoio da everis, o private banking migrou toda sua infraestrutura TI para a nuvem a fim de ganhar flexibilidade, time to market e reduzir custos para diversificar seu portfólio, aumentar em 30% sua carteira de clientes e ganhar maior capilaridade e competitividade no País

Por: Redação, ⌚ 01/11/2019 às 15h29 - Atualizado em 01/11/2019 às 15h29

 

O Andbank, banco europeu especializado em gestão de patrimônio, com quase 90 anos de experiência em private banking e presente no Brasil desde 2011, contratou a Everis, consultoria multinacional de negócios e TI, há 10 meses para viabilizar sua transformação digital por meio do desenvolvimento e implementação de uma nova plataforma de serviços 100% digital.

 

Instituição financeira de ponta, com clientes de alta renda, o Andbank atua em 11 países, contando com a sede da instituição em Andorra, principado localizado entre França e Espanha. No Brasil, o banco tem cerca de três mil clientes e possui escritórios nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, atendendo investidores de todo o país.

 

“O Brasil é um mercado importante, com bom potencial de crescimento quantitativo e qualitativo, e que passa, assim como o resto do mundo, por um momento de grandes transformações mercadológicas. Hoje, oferecemos um portfólio relevante em número de fundos de investimento, mas pretendemos aumentar de forma expressiva o volume de negócios por meio da oferta de novos serviços, mais sofisticados e customizados, e da ampliação da carteira de investidores nacionais em cerca de 30%. Para isto, precisamos ser digitais e disruptivos”, afirma Marcelo Souza, CTO do AndBank.

 

Por esta razão, em setembro de 2018 o Andbank fez uma pesquisa no mercado para definir qual seria o melhor parceiro tecnológico para ajudar a instituição em sua transformação digital. Foi aberta uma concorrência com três participantes, vencida pela Everis devido à sua expertise em TI e ao fato de ter amplo conhecimento dos negócios do setor financeiro, além das regulamentações do Banco Central Brasileiro. “Nós já éramos clientes da Everis no Brasil e em outras unidades europeias, como a espanhola e a de Andorra, há mais de três anos. Porém este relacionamento por si só não foi determinante na escolha. A ideia era escolher a consultoria com o melhor projeto e coincidentemente foi a Everis”, esclarece Souza.

 

Segundo Francisco Murillo, sócio responsável por Serviços Financeiros da Everis Brasil, o Andbank é um cliente importante e sempre desafiador, pois atua no setor financeiro, que é altamente competitivo e inovador, e tem se reinventado com a adoção de novas tecnologias e com o advento das fintechs e outras startups. “Tivemos desde o princípio interesse em atuar em sinergia com o Andbank na idealização, desenvolvimento e implementação de sua primeira plataforma 100% digital, porque era um projeto pioneiro no segmento de private banking, que tende a ser uma referência para todo o setor”, ressalta Murillo.

 

Os principais desafios do projeto estavam em mudar o mindset da equipe do Andbank de um ambiente convencional para o digital, oferecer novos serviços aos clientes em uma arquitetura na nuvem, com um modelo ágil, inovador, fácil de navegar por um grande volume de informações qualificadas, escalável e seguro. Tudo isto com a desativação completa do antigo datacenter e migração para a nuvem, com sistemas de redundância, em apenas cinco meses. Era necessário também garantir os mesmos benefícios, com grande poder analítico conjuntural, para os agentes financeiros autônomos, que hoje são oito e deverão ser 12 até dezembro de 2019 e 18 até o final de 2020, para garantir o crescimento dos negócios em regiões estratégicas.

 

“O prazo de cinco meses era realmente curto, o que exigiu um excelente planejamento do projeto, desde a definição da arquitetura, as ferramentas tecnológicas até um detalhado cronograma de implementação e com entregas rápidas, com testes rigorosos e muito bem feitos”, explica Murillo. Outro fator determinante para o sucesso do projeto foi o método de trabalho agile junto com a equipe do Andbank”.

 

A plataforma digital do Andbank é focada em multisserviços e Application Programming Interface (APIs), que o ecossistema necessita, desenvolvidos com tecnologias como Inteligência Artificial (IA), Fast Data e Customer Experience, entre outras, todas armazenadas na nuvem pública – Google Cloud Platform. “A implantação da primeira plataforma operacional (core banking + investimentos) do Andbank, em 1 ano de projeto, foi o que nos permitiu começar o trabalho no País. Mas este projeto de migração da infraestrutura TI para cloud pública é bem mais audacioso, levando o banco a um novo patamar competitivo, pois lhe dá mais flexibilidade e time-to-market habilitados pelas entregas contínuas de produtos e novas experiências para os clientes”, destaca Murillo.

 

Para Souza, além de proporcionar a análise de um volume maior de informações com precisão, em especial sobre perfis e demandas dos investidores, e facilitar a atuação dos agentes financeiros na assessoria dos clientes, a nova plataforma do Andbank propiciará uma redução de custos operacionais de 30% ao ano. “Esta economia virá da diminuição de gastos com telecomunicações, estrutura de suporte operacional, licenças de software e contratos de manutenção de hardware e software. Além disso, teremos também a segurança de contar com o apoio da Everis para a operação por três anos, para continuar evoluindo na arquitetura”, detalha o sócio da Everis.

 

Outros resultados já constatados estão na facilidade de acesso à plataforma; estabilidade do sistema; qualidade dos acessos e assertividade das informações oferecidas aos clientes; oferta de serviços mais qualificados; eficácia de aplicações dedicadas ao público interno, que são essenciais ao sucesso nos negócios; e à excelência no atendimento. “Além disso, o Andbank agora está mais preparado para tornar a inovação uma constante em sua estrutura, o que é determinante para o sucesso de qualquer instituição financeira, pois nos dá maior capacidade para adotar estratégias defensivas e ofensivas em relação aos nossos concorrentes”, ressalta o CTO do banco.

 

Na plataforma digital Andbank, os clientes podem agora acompanhar em real time a movimentação do mercado, a evolução de sua carteira de investimentos, a rentabilidade de cada uma de suas aplicações, fazer novos aportes e efetuar operações em bolsa, entre outros serviços. “A receptividade das pessoas tem sido excelente. Nós temos hoje cerca de 1.200 acessos diários de clientes, o correspondente à 10.000 acessos mensais, feitos com facilidade, agilidade, eficácia e total segurança. Ou seja, a experiência do cliente está mais satisfatória e coerente com suas expectativas”, comemora Souza. Em funcionamento desde maio de 2019, a plataforma que já é um exemplo de projeto de inovação bem-sucedido deverá ser replicada nos demais países nos quais o Andbank trabalha.

 

O projeto disruptivo do Andbank é um exemplo da atuação da Everis junto ao setor financeiro global. No Brasil, a Everis Brasil atende os principais bancos privados, além de instituições financeiras digitais de médio e pequeno porte. “Na everis, o setor bancário é o maior em termos de faturamento global e também aqui na região Americas, onde atendemos os principais players de mercado nos países nos quais atuamos (Brasil, México, Chile, Argentina, Peru, Colômbia e EUA)”, completa Murillo.

>> Destaques